PUBLICIDADE
Topo

Eleições Americanas

"Se perder, talvez tenha de deixar os EUA", diz Trump ao criticar Biden

Donald Trump durante comício em Macon, na Geórgia - Carlos Barria/Reuters
Donald Trump durante comício em Macon, na Geórgia Imagem: Carlos Barria/Reuters

Do UOL, em São Paulo*

17/10/2020 09h30

O presidente dos Estados Unidos e candidato à reeleição, Donald Trump, sugeriu que pode deixar o país caso perca a eleição de novembro para seu adversário Joe Biden.

Em discurso realizado em Macon, na Geórgia, Trump disse que o opositor democrata era o "pior candidato da história das eleições presidenciais" e que não pode imaginar qual será a sua reação se perder a disputa.

"Você pode imaginar se eu perder, o que vou fazer? Vou dizer que perdi para o pior candidato da história da política? Não vou me sentir tão bem, talvez tenha que deixar o país, não sei", disse.

A 18 dias da eleição presidencial, Trump realizou ontem comícios na Flórida e na Geórgia, dois dos estados onde venceu há quatro anos, mas que poderão ser conquistados em novembro por Biden, segundo as pesquisas de opinião.

Ele tem subido o tom nos ataques a Biden. "Vamos presenciar uma onda vermelha (cor dos republicanos) de tamanho sem precedentes", afirmou Trump durante comício em Ocala, Flórida. "Joe Biden é um desastre e um político corrupto", disse, em tom agressivo.

"Democratas não têm mais do que desdém pelos vossos valores, e querem converter os Estados Unidos em um país comunista", completou.

Trump e Biden farão o último debate eleitoral na próxima quinta-feira. Ontem, eles participaram de eventos com eleitores transmitidos por diferentes redes de TV. Segundo dados da empresa Nielsen, 14,1 milhões de espectadores acompanharam o programa de Biden, contra 13,5 milhões que preferiram assistir a Trump.

*Com informações da agência AFP

Eleições Americanas