PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Norte-americano de 2,11 m é reconhecido como o bombeiro mais alto do mundo

Brandon Berridge tem vantagem para determinadas tarefas, mas sofre com uniformes e veículos - Guinness World Records/Divulgação
Brandon Berridge tem vantagem para determinadas tarefas, mas sofre com uniformes e veículos Imagem: Guinness World Records/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

23/10/2020 15h34

Um norte-americano da cidade de Winchester, no estado do Tennessee, foi reconhecido ontem pelo Guinness World Records como o bombeiro mais alto do mundo. E garantiu presença na edição 2020 do Livro dos Recordes.

Brandon Berridge, de 28 anos, tem 2,11 m de altura. Desde 2016, ele combate as chamas pelo departamento de bombeiros de Tullahoma, município a 22 km de sua cidade natal.

Curiosamente, as estaturas da família de Berridge são bem regulares — o pai tem 1,85 m, enquanto a mãe tem 1,80 m. A esposa tem 1,49 m.

No trabalho, ele diz que o tamanho pode oferecer alguns problemas. "Espaços confinados são os maiores obstáculos para alguém alto como eu", relatou ele, que sofre para entrar em uniformes e veículos. Em compensação, leva vantagem para vistoriar alarmes ou instalações que necessitem escadas.

Com tantas peculiaridades no trabalho, Berridge diz ser feliz na profissão, graças à ajuda dos companheiros. "É uma grande família do fogo. Eu queria ser parte de algo que é maior do que uma pessoa. Tudo é feito em conjunto e por um bem maior."

Internacional