PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
11 meses

Biden cogita indicar Hillary Clinton para ser embaixadora dos EUA na ONU

Hillary Clinton teria a missão de reaproximar os EUA da ONU - David Gannon/AFP
Hillary Clinton teria a missão de reaproximar os EUA da ONU Imagem: David Gannon/AFP

Colaboração para o UOL

13/11/2020 11h42

Hillary Clinton, candidata derrotada na eleição presidencial de 2016, pode fazer parte do governo de Joe Biden, presidente eleito dos Estados Unidos. Ela tem chances de ser indicada para o cargo de embaixadora do país na ONU (Organização das Nações Unidas), de acordo com o jornal Washington Post.

O atual presidente, Donald Trump, ainda não reconheceu a derrota para Biden. Ele alega que houve fraude eleitoral, mas ainda não apresentou provas. Enquanto isso não é resolvido, o presidente eleito começou a tomar decisões sobre a própria equipe.

De acordo com o jornal, o nome de Clinton é cogitado porque mostraria que os EUA dão muito valor para a ONU. A relação do país com a organização foi estremecida durante o mandato de Trump, que fez diversas críticas nos últimos 4 anos.

Clinton teria a missão de reestabelecer uma boa relação com a ONU. Ela já exerceu os cargos de Secretária de Estado dos Estados Unidos (de 2009 a 2013) e, antes disso, foi senadora por Nova Iorque (entre 2001 e 2009), além de ter sido primeira-dama dos EUA (de 1993 a 2001).

Biden já tomou outras decisões sobre a própria equipe. Primeiro montou um comitê para controlar a pandemia de covid-19. E depois escolheu Ron Klain como chefe do gabinete da Casa Branca.

Internacional