PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Youtuber russo é condeado a seis anos de prisão por matar namorada em live

Youtuber mata namorada ao vivo e choca a todos - Reprodução/YouTube
Youtuber mata namorada ao vivo e choca a todos Imagem: Reprodução/YouTube

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/04/2021 08h54

O youtuber russo Stas Reeflay, cujo nome verdadeiro é Stanislav Reshetnikov, de 30 anos, foi condenado pela morte da namorada Valentina 'Valya' Grigoryeva, de 28. Ele foi acusado de infligir lesões corporais graves resultando em morte. A sentença, de acordo com o Daily Mirror, foi dada por um tribunal de Justiça russo e condena Reshetnikov a seis anos em uma colônia penal restrista.

Valentina havia sido submetida a abusos online ao vivo. Ele teve a ideia de colocar a namorada em uma varanda com clima abaixo de 0 graus, vestindo apenas calcinha e sutiã. Um usuário teria pago 800 euros (aproximadamente R$ 4.987,00) para ver ele abusando fisicamente dela.

Segundo a imprensa local, depois que a mulher ficou desacordada, é possível ouvir ele dizendo: "Valya, você está viva? Minha coelhinha, o que aconteceu com você?". Ele continuou questionando o que havia acontecido com Valentina e, no fim, constatou: 'Gente, sem pulso... Ela está pálida! Não está respirando!'"

As primeiras notícias sobre o caso afirmavam que a causa da morte teria sido hipotermia, mas agora os especialistas forenses concluíram que foi um ferimento na cabeça.

Os exames afirmam que ela teve teve "trauma cranio cerebral" e "vários hematomas no rosto e tecidos moles". O youtuber assumiu que no dia em questão havia batido várias vezes na namorada. Posteriormente, a informação que ela estaria grávida foi negada.

Ainda, segundo a publicação, Reshetnikov foi submetido a exames psicológicos e psiquiátricos, que revelaram ele era "são" e estava em condições de enfrentar o julgamento.

Internacional