PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Padre pego com cocaína é punido e ataca sete bispos com ácido na Grécia

Theofylaktos tem um histórico de criminoso - Reprodução/Ta Nea
Theofylaktos tem um histórico de criminoso Imagem: Reprodução/Ta Nea

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/06/2021 13h05

Um padre ortodoxo afastado permanentemente de suas funções como sacerdote por conta de um caso de drogas reagiu de maneira violenta, jogando ácido nos rostos de sete bispos na cidade de Atenas, na Grécia, ontem.

Theofylaktos Kompos havia sido preso em junho de 2018 por esconder cocaína sob sua batina, na região de seus órgãos genitais, segundo o jornal local Ta Nea,

O homem de 37 anos foi submetido a um processo disciplinar no Monastério de Petraki e não aceitou a decisão do tribunal religioso. Ao ouvir o veredito, ele pegou garrafas de ácido e despejou nos rostos e nas mãos dos bispos. O guarda que tentou impedir a ação também acabou atingido.

Uma patrulha policial passava pela área e rapidamente prendeu o ex-sacerdote.

"O recipiente era grande, dois litros, ele o segurava com as duas mãos. Ele não disse nada. O recipiente estava guardado em uma bolsa. Quando o vi retirá-lo, pensei imediatamente que era água benta", descreveu o líder religioso Artis Kallinikos.

As vítimas estão hospitalizadas em estado grave.

O advogado de defesa se desculpou pelo ocorrido em nome de seu cliente e argumenta que o caso deve ser tratado de maneira psiquiátrica.

Internacional