PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Estados Unidos acreditam que há alto risco de novos ataques em Cabul

26.ago.2021 - Dezenas de pessoas ficam feridas após explosões no Aeroporto de Cabul, no Afeganistão - Wakil Kohsar/AFP
26.ago.2021 - Dezenas de pessoas ficam feridas após explosões no Aeroporto de Cabul, no Afeganistão Imagem: Wakil Kohsar/AFP

Do UOL, em São Paulo

27/08/2021 18h37

O Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, alertou hoje que há alto risco de que novos ataques aconteçam em Cabul, no Afeganistão. Ao menos 170 pessoas morreram e outras 200 ficaram feridas em atentados que aconteceram ontem nas proximidades do aeroporto, por onde milhares de pessoas tentam deixar o país.

O porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse que a operação em Cabul continua, apesar de relatórios de inteligência sugerirem que o EI-Khorasan, o braço afegão do Estado Islâmico, pretende lançar mais ataques.

"Ainda acreditamos que existem ameaças reais... Ameaças específicas e possíveis", disse Kirby. Em seguida, ele tentou tranquilizar: "Estamos certamente preparados e esperamos futuras tentativas, com certeza." "Estamos monitorando essas ameaças muito, muito especificamente, virtualmente em tempo real."

Anteriormente, o general Frank McKenzie, chefe do Comando Central dos EUA, já havia dito que os comandantes americanos estavam esperando por mais ataques do Estado Islâmico, incluindo possivelmente foguetes ou carros-bomba contra o aeroporto.

"Estamos fazendo tudo o que podemos para estar preparados", disse, acrescentando que parte da inteligência estava sendo compartilhada com o Talibã e que ele acreditava que "alguns ataques foram frustrados por eles".

O general Hank Taylor, vice-diretor de operações regionais do Estado-Maior Conjunto, disse que os voos para retirar estrangeiros e afegãos do Afeganistão continuaram em um ritmo acelerado após o ataque de quinta-feira, reivindicado pelo EI-K.

* Com informações da AFP

Internacional