PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Obama lamenta atentado em Cabul: 'Michelle e eu ficamos de coração partido'

Barack Obama lamenta atentado em Cabul: "Michelle e eu ficamos de coração partido" - Reprodução
Barack Obama lamenta atentado em Cabul: 'Michelle e eu ficamos de coração partido' Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

27/08/2021 14h06Atualizada em 27/08/2021 14h30

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lamentou hoje os ataques nos arredores do aeroporto de Cabul, no Afeganistão, que deixou, ao menos, 108 mortos, incluindo 13 militares americanos.

O atentado foi reivindicado pelo Estado Islâmico-Khorasan, braço regional do grupo terrorista. No primeiro ataque, um homem-bomba burlou os controles de segurança ao redor do aeroporto de Cabul e se aproximou de militares americanos antes de detonar o cinto de explosivos. O segundo atentado ocorreu em frente ao Baron Hotel.

"Como muitos de vocês, Michelle e eu ficamos com o coração partido ao ouvir sobre o ataque terrorista fora do aeroporto de Cabul que matou e feriu tantos militares dos Estados Unidos, bem como homens, mulheres e crianças afegãos", escreveu Obama nas redes sociais.

Obama acrescentou que os militares que morreram "são heróis engajados em uma missão perigosa e altruísta para salvar a vida de outras pessoas".

Nossos corações estão com as famílias que perderam um ente querido e com todos que continuam a missão em Cabul. Também estamos pensando nas famílias dos afegãos que morreram, muitos dos quais apoiaram a América e estavam dispostos a arriscar tudo por uma chance de uma vida melhor."
Ex-presidente Barack Obama lamenta atentado ontem nos arredores do aeroporto de Cabul

Internacional