PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Britânico soca piloto e provoca briga generalizada em voo para a Grécia

Testemunhas gravaram briga de passageiro com piloto durante o voo - Reprodução/Snapchat
Testemunhas gravaram briga de passageiro com piloto durante o voo Imagem: Reprodução/Snapchat

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/05/2022 19h49Atualizada em 13/05/2022 08h16

Um passageiro britânico foi preso depois de iniciar uma briga em um voo da companhia Wizz Air para Creta, na Grécia. Testemunhas relataram que o agressor desferiu socos no piloto e em outros viajantes.

A confusão generalizada começou logo após o voo pousar na ilha grega na noite de terça-feira (10).

De acordo com o tabloide britânico DailyMail, o passageiro e seu amigo estavam incomodando os demais viajantes com atos agressivos e mau comportamento durante todo o voo. Testemunhas relataram que eles embarcaram bêbados e fumaram — o que é proibido — ao longo da viagem, além de ameaçar e xingar outras pessoas ao redor.

Em entrevista ao tabloide britânico The Sun, uma passageira de 37 anos, que preferiu manter sua identidade no anonimato, contou: "O homem e seu amigo foram muito barulhentos e abusivos durante todo o voo. Eles se exaltaram quando a aeromoça os confrontou e disse a eles que seriam retirados do avião pela polícia depois do pouso".

Um dos homens também teria ficado enfurecido quando foi abordado pelas autoridades. Assim que desacatou um dos guardas, ele foi ordenado a se retirar da aeronave, pois seria levado pelos policiais ao aeroporto.

No início, ele se negou a obedecer aos guardas. O piloto então saiu de sua cabine na tentativa de acalmar a situação, mas foi agredido pelo passageiro com um soco. A partir desse momento, as agressividades se intensificaram e várias pessoas intervieram. Muitos homens e mulheres ficaram feridos, segundo as testemunhas.

"Quando chegou a hora de descer, ele começou a dar socos nos tripulantes e um grupo de homens tentou contê-lo. O piloto saiu da cabine e logo foi agredido. Ele parecia bem, mas bastante abalado. Foi vergonhoso", acrescentou a passageira.

A polícia acabou arrastando o homem para fora do avião com as calças nos tornozelos e sangrando.

Algumas pessoas gravaram o episódio e as imagens mostram pessoas gritando e exigindo que o homem seja retirado do voo, enquanto ele balança os braços descontroladamente.

Os passageiros tiveram que deixar a aeronave pela saída traseira e tiveram que esperar duas horas na área de segurança do aeroporto enquanto prestavam depoimentos à polícia, o que significa que muitos perderam seus voos de conexão ou programações turísticas.

Até as poltronas serem limpas do sangue derramado pelas agressões e as autoridades concluírem as investigações, o voo de retorno ao Reino Unido teve que ser cancelado. Por causa disso, os viajantes britânicos não tiveram escolha a não ser esperar mais 24 horas pelo próximo voo para casa.

Internacional