PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Russa é comida pelos 20 gatos de estimação após morrer dentro de casa

Policiais encontraram gatos famintos que devoraram partes do corpo de sua dona morta - Reprodução
Policiais encontraram gatos famintos que devoraram partes do corpo de sua dona morta Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/06/2022 09h44

Uma mulher foi comida por seus 20 gatos depois que ela desmaiou e morreu em sua casa em Bataysk, na Rússia. Segundo o tabloide inglês The Sun, conhecidos da vítima alegaram que ela não compareceu ao trabalho por vários dias e ficaram preocupados com o seu desaparecimento. Então, decidiram acionar a polícia.

Quando os oficiais entraram na residência da mulher, ficaram horrorizados ao encontrar os restos mortais parcialmente devorados. A identidade da vítima não foi revelada.

A mulher era uma criadora de pets que mantinha 20 gatos de grande porte, da raça maine coon, em sua casa. Quando as autoridades localizaram o cadáver, se depararam também com os felinos, que estavam famintos e em estado precário.

Após analisarem os restos mortais em decomposição, os investigadores estimaram que a vítima estava morta há duas semanas.

Diante da situação, os gatos ficaram sem alimentos por um longo tempo e, por instinto de sobrevivência, avançaram sobre a dona já morta, especulou uma das pessoas que atenderam à chamada — mas não identificada pelo tabloide. "Os gatos foram deixados sozinhos por duas semanas, não havia comida, então o que mais comer? Eles comeram o que tinha."

Os animais sobreviventes foram retirados do local pelos oficiais e encaminhados para cuidados veterinários. Alguns deles que apresentaram melhores condições de saúde foram vendidos para novos donos por 29 libras cada (aproximadamente R$ 180).

Felinos vorazes

Os gatos maine coon são conhecidos por seu tamanho elevado e são uma das raças preferidas pelos amantes de pets. Eles chamam a atenção também por sua natureza passiva e por demonstrarem gentileza em suas interações com os donos.

No entanto, cientistas americanos descobriram que se os donos de gatos morrerem dentro de casa, correm o risco de serem devorados pelos felinos famintos. Essa conduta foi confirmada pelos pesquisadores depois que dois gatos comeram pedaços de cadáveres em decomposição em um centro de pesquisas no Colorado (EUA).

Os dois gatos se alimentaram dos corpos ao longo de várias semanas, mostrando uma certa preferência pelos tecidos do braço, além da carne ao redor do peito e dos ombros. Chamou a atenção que cada felino encontrou um cadáver favorito e ficou com ele.

"A principal teoria é que os gatos são comedores exigentes", disse a cientista Sara Garcia, autora do estudo. "Uma vez que eles encontram uma comida que eles gostam, eles vão ficar com ela por um longo tempo".

Existem outros casos de pessoas que moravam sozinhas e acabaram sendo devoradas por seus gatos famintos depois do óbito. Em 2013, uma mulher que morreu em sua casa perto de Southampton, no Reino Unido, teve partes inteiras do corpo comidas por seus três gatos ruivos.

Internacional