Topo

Conteúdo publicado há
10 meses

Submarino que levava turistas para ver Titanic desaparece no Atlântico

Do UOL, em São Paulo, e colaboração para o UOL, em São Paulo

19/06/2023 11h17Atualizada em 19/06/2023 21h43

Um submarino que levava turistas para ver os destroços do Titanic desapareceu no Oceano Atlântico, segundo informações preliminares divulgadas pela BBC.

O que aconteceu:

Em entrevista à emissora britânica, um representante da Guarda Costeira de Boston (EUA) confirmou a realização de uma operação de busca desde a manhã desta segunda-feira. Estima-se que o Titan tenha um estoque de 70 a 96 horas de oxigênio.

Havia cinco pessoas a bordo do submarino, chamado "Titan" que está desaparecido desde a manhã de domingo (horário local), segundo a Guarda Costeira dos Estados Unidos. Um dos passageiros é um bilionário britânico de 59 anos.

O submersível, de 6,4 metros de comprimento, desapareceu uma hora e 45 minutos após o mergulho. No ano passado, o Titan ficou duas horas e meia sem comunicação durante uma expedição com uma equipe do canal americano CBS News.

Aeronaves de vigilância naval dos EUA e do Canadá estão procurando pelo submersível, incluindo uma aeronave P-8 Poseidon altamente sofisticada com recursos de detecção subaquática. Um barco canadense também auxilia nas buscas.

Em comunicado oficial, a OceanGate Expeditions confirmou o desaparecimento do submarino turístico. "Estamos explorando e mobilizando todas as opções para trazer a tripulação de volta com segurança. Todo o nosso foco está nos tripulantes do submersível e suas famílias. Estamos trabalhando para o retorno seguro dos tripulantes", acrescentou a empresa na manhã desta segunda-feira, 19.

A cerca de 3.800 metros de profundidade e a aproximadamente 650 quilômetros da costa atlântica canadense, a região onde estão localizados os destroços do Titanic se tornou ponto de visitação de turistas nos últimos anos, graças à curiosidade em torno da embarcação naufragada.

Criada em 2009, a empresa OceanGate Expeditions oferece passeios ao ponto do naufrágio, que levam oito dias e custam cerca de US$ 250 mil (R$ 1,2 milhão). O pacote também inclui opção de submergir por oito horas — para seguir até os destroços da embarcação inglesa, afundada em 1912 após se chocar contra um iceberg. O acidente envolvendo o Titanic, considerado o maior navio da época, provocou a morte de mais de 1.500 pessoas.