Conteúdo publicado há 2 meses

Josias: Lula sinaliza que Brasil não vai apoiar aventuras bélicas de Maduro

Com a escalada na tensão entre Venezuela e Guiana, Lula indicou que não apoiará uma possível incursão militar do regime de Nicolás Maduro na região de Essequibo. A análise é do colunista Josias de Souza, durante participação no UOL News desta quarta (6).

Lula é mais delicado [do que Biden, dos EUA], mas é bastante adequado. Ontem, ele falou que fará apenas duas viagens internacionais no próximo ano, uma delas à Guiana. Informar isso no instante em que o Maduro faz esse espetáculo todo ameaçando invadir a Guiana e beliscar um pedaço de um território em litígio desde o século 19 não é de graça. Lula sinaliza que o Brasil não vai apoiar aventuras bélicas da Venezuela. Josias de Souza, colunista do UOL

Josias ressaltou que, além do Brasil, os Estados Unidos acompanham de perto o desenrolar das ações de Maduro sobre a Guiana. O colunista considera que o presidente venezuelano "está cercado", o que lhe dá quase nenhuma margem para realmente colocar em prática seus planos de anexar a região de Essequibo.

Maduro está querendo provocar e levar a teatralização às fronteiras do paroxismo. Os observadores que interessam estão reagindo de maneira adequada, sinalizando a ele que o teatro tem limites. No instante em que o Brasil tenta domesticar Maduro sem gritar 'fogo' dentro do teatro, os EUA resolveram gritar 'teatro' dentro do fogo e mostraram claramente que se trata de um teatro eleitoral.

O maluco está lá, mas ninguém está batendo palmas para ele dançar. Se Maduro pisar fora do território, terá respostas que não serão agradáveis para ele. Josias de Souza, colunista do UOL

Josias: Bolsonarismo mira em Silvio Almeida e leva baile do ministro

Também no programa, Josias condenou a atitude da deputada federal Bia Kicis (PL-DF) ao bater boca com o ministro dos Direitos Humanos e Cidadania Silvio Almeida em uma comissão da Câmara. Com a possível ida de Flávio Dino ao STF (Supremo Tribunal Federal), os parlamentares bolsonaristas definiram Almeida como seu novo alvo, mas "levaram um baile" do ministro, avaliou o colunista.

Silvio Almeida virou o novo alvo do bolsonarismo na Câmara, já que Flávio Dino está prestes a se tornar inalcançável para este público. Ou o bolsonarismo se qualifica ou vai levar um baile, como foi o caso dessa sessão. No STF, Dino manuseará processos estrelados por Bolsonaro e seus seguidores. No Congresso, Silvio Almeida, que é dono de igual formação jurídica, continuará combatendo os adversários com duas armas letais: lógica e civilidade. Josias de Souza, colunista do UOL

Continua após a publicidade

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Veja a íntegra do programa:

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes