PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

ONG denuncia aumento de quase 400% do desmatamento na Amazônia

Em São Paulo

15/11/2012 11h38

A floresta amazônica perdeu 487 quilômetros quadrados de cobertura vegetal em outubro deste ano, o que representa um avanço de desmatamento de 377% comparado com o mesmo mês de 2011, segundo os dados divulgados na última quarta-feira (14) pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon).

De acordo com a organização não-governamental, em outubro de 2011 a área em desmatamento correspondia a 102 quilômetros quadrados.

A ONG baseia seus resultados em imagens de satélites utilizadas para elaborar o Sistema de Alarme de Desmatamento (SAD) e adverte para um elevado retrocesso de área florestal na chamada Amazônia Legal, que se estende por nove Estados.

Entre janeiro e outubro deste ano, a cobertura vegetal destruída foi de 1.630 quilômetros quadrados, 20% a mais que os 1.359 quilômetros quadrados de 2011 no mesmo período.

Os meses nos quais a degradação do principal pulmão vegetal do planeta foi mais agressiva foram agosto, setembro e outubro, especialmente na área que se encontra entre Cuiabá, capital do Mato Grosso, e Santarém, no Pará, segundo o pesquisador do Imazon, Heron Martins, citado pelo site "G1".

Segundo Martins, áreas de conservação foram diminuídas para beneficiar empreendimentos como o complexo de Tapajós, no Pará, e a usina de Santo Antônio, em Rondônia.

Meio Ambiente