"Ursos polares não foram tirados da natureza", afirma Aquário de São Paulo

Do UOL, em São Paulo

A chegada dos ursos polares no Aquário de São Paulo levou a uma série de críticas de internautas, principalmente na página da instituição no Facebook.

"Os ursos serão extintos se [as pessoas] continuarem a pagar caçadores russos para tirar esses magníficos bichos do seu habitat! Esse bicho hiberna durante quatro meses! O que vocês farão a respeito?", afirmou a internauta Andrea Botelho na página da instituição.

Segundo o Aquário, "diferente de outras espécies, os ursos polares não hibernam", e a extinção deles "é uma responsabilidade de toda a humanidade".

"Muitos dos animais que vivem sob nossos cuidados foram resgatados devido à ações do homem e/ou destruição de seu habitat natural. Além disso, temos parceria com instituições como Biopesca, Projeto Lontra e Projeto Tamanduá que fazem trabalho de conscientização da população e conservação dos animais em vida livre", afirmou o Aquário, em texto publicado na página do Facebook.

"De segunda a segunda em exposição, alguns sinais de estresse são visíveis! Mas o lucro é mais importante que o bem estar dos animais…", também criticou a internauta que assinou como Vivi Ane. 

Em resposta à internauta, o Aquário disse que "é impossível avaliar o estresse do animal sem ter conhecimento do comportamento da espécie e se basear somente em uma percepção pessoal. Como qualquer literatura de referência em bem estar animal, sinais de estresse são medidos por diversas ferramentas, como a utilização de etogramas, pico de atividade animal e até mesmo exames bioquímicos para medir cortisol. Somente com essas informações em mãos é que será possível medir o estresse dos animais".

Uma reportagem da Folha de S. Paulo mostrou que os animais estavam cansados ontem.

Leia o texto completo publicado pelo Aquário:

"A chegada dos ursos polares aqui no Aquário de São Paulo fez com que muitas pessoas se pronunciassem nos comentários em nossa página, no Facebook. Todas possuem o direito de expor suas ideias, afinal esse é um canal aberto e democrático. Porém, nós acreditamos que só podemos colaborar com o mundo em que vivemos a partir do momento que nos preocupamos em ter conhecimento. Devido à falta de informação presente em alguns comentários, decidimos fazer essa carta de esclarecimento.

O Aquário de São Paulo não tem financiamento da prefeitura, governo ou qualquer órgão político. São mais de 150 biólogos, veterinários e oceanógrafos entre funcionários de outros setores que trabalham todos os dias com dedicação para manter o bem estar dos animais.

Muitos dos animais que vivem sob nossos cuidados foram resgatados devido às ações do homem e/ou destruição de seu habitat natural. Além disso, temos parceria com instituições como Biopesca, Projeto Lontra e Projeto Tamanduá que fazem trabalho de conscientização da população e conservação dos animais em vida livre.

Em vida livre, os ursos polares podem ser encontrados nos Estados Unidos (Alasca), Canadá, Rússia, Groenlândia e Noruega.

Estes ursos polares, especificamente, não foram tirados na natureza. Aurora e Peregrino nasceram em cativeiro e viviam em um espaço muito pequeno em outro zoológico. Foram mais de dois anos de muito trabalho e pesquisas para construir o maior recinto climatizado para urso polar do mundo, exclusivamente para eles;

O Aquário de São Paulo foi escolhido para receber os ursos polares, porque comprovou as melhores condições para esses animais frente a outros lugares do mundo.

Os ursos polares vieram para cá para participarem de um programa de pesquisa, conservação e reprodução da espécie tendo em vista que, com as consequências do aquecimento global, dois terços da população dessa espécie pode ser extinta até 2050.

Pensando também em melhorar as condições do meio ambiente para que cada vez menos animais sofram em vida livre, desenvolvemos projetos internos como reutilização da água, reciclagem e compostagem.

São dezenas de escolas que visitam nosso complexo todos os meses. Todas as visitas são acompanhadas por educadores ambientais que ensinam as crianças sobre a importância da preservação do habitat dos animais que aqui vivem. Muitas dessas crianças desconheciam animais como lontra e peixe-boi e agora sabem da importância desses animais no mundo em que vivemos. A presença do urso polar, além de tudo que já citamos, será de extrema importância para conscientizar não só as crianças, mas todos os visitantes sobre a necessidade de mudarmos alguns hábitos e passarmos a ter atitudes favoráveis ao meio ambiente se não quisermos sofrer as consequências disso.

Se, depois dessas informações, você se manter contra o trabalho realizado pelo Aquário de São Paulo, nós respeitamos. Mas também exigimos respeito. Há diversas formas de expor opiniões sem denigrir um trabalho sério. Qualquer afirmação pejorativa sem fundamento poderá sofrer medidas jurídicas. 

Interessados em mais informações de forma séria e responsável, nos colocamos à disposição através do e-mail: bemestaranimal@aquariodesaopaulo.com.br.

Atenciosamente,
Equipe Aquário de São Paulo"

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos