Operação Lava Jato

Lula presta depoimento à PGR; Teori põe investigação em segredo de Justiça

Do UOL, em São Paulo*

  • Diego Padgurschi-4.abr.2016/Folhapress

    Lula é investigado pela Operação Lava Jato

    Lula é investigado pela Operação Lava Jato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento nesta quinta-feira (7), pela manhã à procuradoria-geral da República em Brasília em inquérito da Operação Lava Jato. 

Não há informações sobre em qual processo ele foi ouvido. O ex-presidente é investigado por suspeita de receber pagamentos de empreiteiras acusadas de envolvimento em esquema de corrupção na Petrobras. Lula estava acompanhado do advogado Sigmaringa Seixas. Ele já deixou Brasília.

Também nesta quinta, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki decidiu colocar em segredo de Justiça parte da investigação da Operação Lava Jato que cita o ex-presidente.

A decisão foi tomada após a Corte receber do juiz federal Sérgio Moro os áudios em que a presidente Dilma Rousseff e ministros do governo aparecem em conversas com Lula, que estava sendo monitorado pela Polícia Federal.

No mês passado, a Corte decidiu que as investigações da Operação Lava Jato sobre o ex-presidente devem permanecer no STF, por envolver conversas entre Lula e a presidente. Os diálogos foram divulgados após a decisão de Sérgio Moro que retirou o sigilo das investigações.

Antes do julgamento, Moro reconheceu que seu entendimento sobre a questão foi incorreto. O juiz disse que não determinou a quebra de sigilo telefônico de nenhuma pessoa com prerrogativa de foro e que os diálogos envolvendo a presidenta Dilma e os ministros do gabinete pessoal da Presidência, Jaques Wagner; e da Fazenda, Nelson Barbosa; além de parlamentares, foram encontradas de forma fortuita nas investigações.

Condução coercitiva

O depoimento de Lula aconteceu pouco mais de um mês depois de a Polícia Federal cumprir mandado de condução coercitiva do ex-presidente, em 4 de março, em São Paulo.

Alvo da 24ª fase da Lava Jato, Lula prestou depoimento no aeroporto de Congonhas e afirmou desconhecer detalhes sobre as transações financeiras do instituto que leva o seu nome, reclamou de "vazamentos da Lava Jato" à imprensa. Ele negou novamente ser dono do sítio de Atibaia e declarou ter desistido da compra do tríplex do Guarujá por considerá-lo inadequado para a família e afirmou que a investigação contra ele é uma "sacanagem homérica".
 

(Com informações do Estadão Conteúdo e Agência Brasil)

Como a Lava Jato chegou a Lula

  •  
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos