Processo de impeachment

Presidente do PT propõe frente das esquerdas contra o impeachment

Lucas Rodrigues

Do UOL, em São Paulo

Após a aprovação pela Câmara da continuidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, o presidente do PT, Rui Falcão, propôs uma "frente das esquerdas" para barrar o processo no Senado.

"Vamos discutir em conjunto quais as alternativas para vencer o golpe. Mas qualquer uma das alternativas pede mobilização e luta. Vamos vencer", disse durante ato no Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo.

Falcão pediu para os manifestantes pró-Dilma que continuem a luta nas ruas contra o que ele define como golpe.

"As pessoas de todos os movimentos da sociedade se mobilizaram e vão continuar nas ruas pela democracia e pelos direitos sociais", afirmou. "Hoje os donos do dinheiro, a mídia monopolizada, os partidos que se dizem de centro, o conspirador geral da República Michel Temer e o corrupto Eduardo Cunha ganharam a primeira batalha. Mas não ganharam a guerra."

Segundo ele, apenas o povo mobilizado pode pressionar o Senado Federal para que o processo seja barrado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos