Relator de recurso decisivo para cassação nega ser aliado de Eduardo Cunha

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

Relator do recurso de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) contra o processo de cassação do peemedebista, o deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF) afirmou nesta terça-feira (28) que não se considera um aliado do presidente afastado da Câmara.

A afirmação de Fonseca foi feita em entrevista a jornalistas que perguntaram ao deputado como ele reagia a esse tipo de crítica. "Isso não me pesa nada, até porque não julgo ser aliado de Eduardo Cunha", disse.

"O que está acontecendo aqui na Casa, o rotulo é o seguinte: quem é da base do governo [Temer] é aliado de Eduardo Cunha. Tudo é Eduardo Cunha quem decide, quem indica", afirmou o deputado.

Fonseca disse também que fará um relatório imparcial sobre o recurso de Cunha à CCJ.

"Declaro que vou fazer um relatório absolutamente imparcial. Aqui na casa a política influencia muitas decisões, mas a CCJ é uma comissão muito técnica", afirmou.

O parecer de Fonseca deverá ser entregue à comissão na próxima semana. Cunha pede no recurso a anulação da tramitação do processo contra ele no Conselho de Ética por supostas falhas processuais.

A escolha de Fonseca foi questionada por deputados do Conselho de Ética, que afirmaram que o deputado do Pros já teria se manifestado em defesa de Cunha

Fonseca negou na entrevista desta terça-feira (28) já ter emitido opinião sobre o ponto central do processo, que é se Cunha deveria ser cassado, e voltou a negar ter procurado deputados do Conselho de Ética para pedir votos a favor de Cunha.

Reportagem da "Folha de S.Paulo", em dezembro, revelou que Fonseca procurou integrantes do Conselho de Ética para criticar o primeiro relatório que sugeria a cassação de Cunha. Na época, Fonseca também negou ao jornal ter pedido votos a favor de Cunha.

"Na época do Pinato, eu discuti com vários parlamentares aqui da Casa a questão técnica e jurídica do relatório, o que é absolutamente normal. Nunca defendi que parecer deve ser aprovado ou rejeitado", disse Fonseca na entrevista. 

Fonseca é evangélico e pastor da Assembleia de Deus (Assembleia de Deus de Taguatinga), a mesma de Cunha (Ministério de Madureira), e é considerado aliado do presidente afastado da Câmara.

O Conselho de Ética aprovou parecer do relator Marcos Rogério (DEM-RO) pela cassação do peemedebista. "Estão dizendo que eu sou aliado de Eduardo Cunha. Eu me considero mais aliado de Marcos Rogério do que de Eduardo Cunha", declarou Fonseca.

Cunha foi acusado de omitir a existência de contas na Suíça e de ter se beneficiado de propina no esquema de corrupção na Petrobras. O deputado nega todas as acusações.

Eduardo Cunha nega conta na Suíça e repete: ele tem um truste

  •  

Receba notícias de política pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: +55 (11) 97532-1358 (não esqueça do "+55"); 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, escrevendo só: brasil3000.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos