Adolescente de 15 anos que invadiu Alvorada diz que pegou carro escondido

Aiuri Rebello

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/WhatsApp

    Menor de idade invadiu Palácio da Alvorada de carro após derrubar portão, em Brasília, e foi detido pelo Exército

    Menor de idade invadiu Palácio da Alvorada de carro após derrubar portão, em Brasília, e foi detido pelo Exército

O adolescente que derrubou o portão com o carro e invadiu o Palácio da Alvorada na noite desta quarta-feira (28) prestou depoimento e foi liberado durante a madrugada desta quinta-feira. Segundo a Polícia Civil do DF, ele tem 15 anos de idade e disse que pegou escondido o carro dos pais para praticar o ato.

De acordo com o delegado Mário Henrique Garcia Jorge, titular da DCA (Delegacia da Criança e do Adolescente) do Distrito Federal, o menor responderá em liberdade pela invasão após assinar um Termo Circunstanciado na delegacia. O caso foi registrado como dano ao patrimônio público e será avaliado na Vara da Infância e Juventude do DF. De acordo com a polícia, os pais do jovem afirmaram que ele faz acompanhamento psicológico.

Na noite de ontem, imagens divulgadas em grupos de WhatsApp com participação de militares mostram o momento em que o jovem foi detido, já dentro de uma área interna do palácio. Em outra imagem, é possível ver o carro utilizado pelo adolescente para praticar a invasão parado dentro do Alvorada com a frente destruída. O GSI  (Gabinete de Segurança Institucional), por meio de nota, confirmou a autenticidade das imagens e informou que não vai mais comentar o assunto.

Reprodução/WhatsApp
Carro utilizado na invasão do Palácio da Alvorada ficou com a frente destruída

O presidente Michel Temer (PMDB) não estava no local na hora da invasão, afirmou o GSI em nota divulgada à imprensa. Temer e sua família moram no Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência da República que fica localizada próximo ao Alvorada. 

Como foi a ação

Por volta das 19h de quarta-feira, um carro chegou em frente à guarita na entrada do Palácio do Alvorada e parou. Quando os seguranças do local aproximaram-se, o jovem acelerou, derrubou o portão e invadiu a área externa do local.  A segurança no local é feita pelo Exército. Os soldados primeiro atiraram para o alto e depois em direção ao carro, que só parou após percorrer todo o gramado, quebrar vidraças e invadir uma área interna do palácio, próximo à Capela do Alvorada.

Ele percorreu pelo menos 600 metros com o veículo pela via interna que passa pelo gramado e o espelho d'água na frente do palácio antes de invadir o edifício. De acordo com o GSI, os soldados que fazem a segurança do local atiram cerca de seis vezes, para o alto e em direção ao carro. 

Sem ferimentos graves, o menor pulou do carro danificado e correu por dentro do palácio tentando fugir dos soldados. Ele foi dominado pela segurança do palácio, que chamou a Polícia Federal. Na superintendência da PF, foi constado que o invasor era menor de idade e ele foi encaminhado para a DCA na companhia de seus representantes legais. 

Reprodução/GloboNews
Portão do Palácio da Alvorada fica caído no chão após tentativa de invasão

Na hora da invasão, as barreiras que impedem a entrada de veículos mesmo em alta velocidade estavam recolhidas. De acordo com o GSI, o equipamento costuma ser ativado às 22h. Depois do incidente, as barreiras permaneceram erguidas e a segurança no palácio foi reforçada. Atravessado o portão, não há nenhum sistema de segurança no trajeto que pudesse impedir o motorista de chegar com o carro ao palácio em si, como de fato ocorreu.

O taxista Rodrigo Sampaio, que trabalha em um ponto de táxi a cerca de 200 metros do palácio, disse ao UOL ter ouvido o barulho de "cinco ou seis tiros" por volta das 19h. "Não sei se era de metralhadora ou de fuzil", disse. 

Segundo Sampaio, com os tiros, foi possível ver uma movimentação intensa de carros pretos e correria de militares em frente ao portão principal do palácio. Logo depois, a área já foi isolada pela segurança, contou o taxista. O Palácio da Alvorada fica às margens do Lago Paranoá, em uma região de península, distante do resto da cidade. O palácio está a cerca de cinco quilômetros da Praça dos Três Poderes, onde ficam o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o STF (Supremo Tribunal Federal). 

Leonardo Finotti/ UOL
Vista aérea do Palácio da Alvorada, em Brasília

O Palácio da Alvorada é a residência oficial do presidente da República. No fim de fevereiro, Temer e a família chegaram a se mudar para o Alvorada, mas ficaram pouco mais de uma semana no palácio e decidiram voltar para o Jaburu. Na época, um assessor presidencial disse que Temer "não se adaptou ao local."

O GSI não informou se haverá mudança no protocolo de segurança do local após o incidente. Normalmente, o palácio é aberto para visitação toda quarta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos