PUBLICIDADE
Topo

Política

Funaro desafia Cunha, chama Joesley de ladrão e envolve Vampeta em transação

Gustavo Maia

Do UOL, em Brasília

31/10/2017 22h28Atualizada em 31/10/2017 22h28

Em mais de três horas de depoimento à Justiça Federal nesta terça-feira (31), o corretor de valores Lúcio Funaro, apontado como operador do PMDB, disparou contra o ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o empresário Joesley Batista e citou até o ex-jogador de futebol Vampeta, pentacampeão em 2002.

Com acordo de delação premiada homologada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) desde setembro, Funaro disse ter provas dos pagamentos feitos a Cunha e se ofereceu ao juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal, para passar por um teste com detector de mentiras para comprovar suas afirmações e rebater as acusações do peemedebista de que ele é mentiroso. 

O delator foi questionado pelo advogado de Cunha e rebateu uma pergunta dizendo ter comprado carros, passagens de avião e até um flat em São Paulo, que pertencia a Vampeta, para Cunha e seus familiares. O imóvel seria utilizado pela enteada do ex-deputado. Em entrevista ao jornal "Folha de S.Paulo", o ex-jogador disse que a afirmação não fazia sentido. "Mentira do caramba", declarou. 

Assista no vídeo acima quatro momentos do depoimento do delator nesta terça.

Política