Topo

Bolsonaro vai a banco, compra água de coco na orla e cumprimenta apoiadores

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio

11/11/2018 12h10Atualizada em 11/11/2018 14h35

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), foi a uma agência do Banco do Brasil na Barra da Tijuca, na manhã deste domingo (11). Ele deixou seu condomínio acompanhado de três carros com agentes da Polícia Federal. Segundo um assessor, foi sacar dinheiro para comprar carne e fazer um churrasco para os seguranças.

Bolsonaro tira foto com a professora Azenate de Sousa, 70  - Amanda Sousa
Bolsonaro tira foto com a professora Azenate de Sousa, 70
Imagem: Amanda Sousa

No retorno para casa, cerca de uma hora depois, Bolsonaro desceu do carro para tirar fotos com apoiadores que se aglomeravam no portão de seu condomínio. Questionado rapidamente sobre a saúde, respondeu: "Está melhorando".

Uma das pessoas com quem tirou foto foi a professora Azenate de Sousa, 70, cadeirante. Ela disse que veio de São Luís (MA) no dia 5, determinada a conhecer o presidente eleito.

"Eu venho passear sempre no Rio. Dessa vez, eu vim determinada a conhecê-lo. Votei no primeiro e segundo turno. Tenho esperança de dias melhores. Melhorias em todos os setores do país", disse Azenate.

Antes de voltar para casa, o presidente eleito parou em alguns quiosques na orla da Barra para cumprimentar apoiadores e comprar uma água de coco, segundo a assessoria do presidente eleito.

O presidente eleito usava colete à prova de balas, segundo sua assessoria - Divulgação
O presidente eleito usava colete à prova de balas, segundo sua assessoria
Imagem: Divulgação

Essa é a segunda vez em três dias que Bolsonaro vai ao caixa eletrônico. Na tarde de sexta-feira, após retornar do banco, encontrou um protesto em frente ao condomínio onde mora.

Bolsonaro deve voltar a Brasília na terça-feira (13) para um encontro com governadores eleitos. O presidente também deve acompanhar os trabalhos da equipe de transição, que está instalada no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil).

Política