Topo

Bolsonaro diz fritar hambúrguer melhor: "Talvez por isso seja presidente"

Guilherme Mazieiro

Do UOL, em Brasília*

16/07/2019 12h59Atualizada em 16/07/2019 14h03

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), que definiu a intenção de indicar o filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ao posto de embaixador, brincou hoje com uma declaração do deputado federal, que na semana passada listou, entre suas qualificações, o fato de já ter fritado hambúrguer nos Estados Unidos.

Ao conversar com jornalistas no Palácio do Alvorada após sair de uma reunião ministerial, Bolsonaro disse que "frita hambúrguer melhor" do que o filho Eduardo e que talvez por isso seja presidente.

"Agora, tentar desqualificá-lo por fritar hambúrguer... Eu acho que frito hambúrguer melhor do que ele. Talvez por isso eu seja presidente", declarou sorrindo.

Bolsonaro ainda disse que, com o salário de deputado, não poderia bancar os seis meses de intercâmbio de Eduardo nos Estados Unidos, e que por isso o filho teve que trabalhar.

"Sabe por que ele foi fritar hambúrguer lá? Porque eu, como deputado, não tinha como bancá-lo seis meses sem ele trabalhar. Foi aprender o inglês", disse Bolsonaro, sem especificar o salário que recebia e a época do intercâmbio.

"[Eduardo agora está tendo uma chance de voltar [aos Estados Unidos], não por ele, mas dado ao relacionamento que temos com o presidente norte-americano [Donald Trump] e a sua bagagem cultural lá de trás. É um país maravilhoso, que é nosso segundo parceiro comercial, e devemos aprofundar esse relacionamento para o bem de todos nós", afirmou o presidente em outro evento nesta manhã, na posse do novo presidente do BNDES, Gustavo Henrique Moreira Montezano.

Quem destacou como competência o trabalho de "ter fritado hambúrguer" foi o próprio Eduardo Bolsonaro. Logo após o pai divulgar a intenção de indicá-lo, ele disse: "já fiz intercâmbio, já fritei hambúrguer lá nos Estados Unidos".

Em sessão na Câmara, ontem (15), Bolsonaro disse que se o filho é "criticado pela mídia é sinal de que é a pessoa adequada".

* Colaborou Felipe Amorim, do UOL, em Brasília

"Toda a população vai ganhar", diz Bolsonaro sobre filho ser embaixador

UOL Notícias

Mais Governo Bolsonaro