Topo

"Não estou acreditando", diz motorista de bolão do PT vencedor da Mega-Sena

Do UOL, em São Paulo

20/09/2019 11h27Atualizada em 20/09/2019 17h46

A vitória de um grupo de assessores e funcionários do PT em um concurso da Mega-Sena trouxe euforia à Câmara dos Deputados na quinta-feira.

Nesta semana, um bolão de 49 cotas compradas por eles foi o ganhador do sorteio, que pagou R$ 120 milhões no concurso 2189. A Caixa não divulga a identidade dos vencedores, mas confirmou que a aposta vencedora veio de um bolão vendido na capital federal.

O jornal "El País" registrou algumas reações de alguns vencedores, que não quiseram ter os nomes divulgados. Um motorista do PT que diz ter seis cotas (que valem cerca de R$ 15 milhões), no entanto, revelou que a ficha não caiu. "Ainda não estou acreditando. Ninguém está pronto para ficar milionário de um dia para o outro".

"Vim trabalhar porque é o que eu sei fazer. Não consigo ficar parado. Em princípio, acho que não vou sair do trabalho", afirmou um outro ganhador ao veículo. Ele é descendente de nordestinos e revelou não ter avisado aos familiares sobre o feito. "Quero ajudar principalmente minha mãe, que é uma pessoa pobre. Fiquei com medo de ela ter um piripaque se eu contasse que sou um ganhador".

Vitória foi ironizada por ministro

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, ironizou a vitória do grupo ligado ao PT no Twitter.

Weintraub continuou alfinetando o episódio na rede social e disse: "Dois eventos praticamente impossíveis na mesma notícia: ganhar sozinho na Mega-Sena e petista ficar milionário sem roubar...estou com medo de ver um Saci Pererê hoje"

Mais Política