Topo

Eduardo Bolsonaro assina termo de cooperação com conservadores dos EUA

O deputado Eduardo Bolsonaro, na abertura da conferência CPAC Brasil, versão nacional de um dos maiores eventos conservadores dos EUA, realizada em São Paulo - Bruno Santos/Folhapress
O deputado Eduardo Bolsonaro, na abertura da conferência CPAC Brasil, versão nacional de um dos maiores eventos conservadores dos EUA, realizada em São Paulo Imagem: Bruno Santos/Folhapress

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/10/2019 20h11

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) assinou hoje um termo de cooperação com conservadores americanos para um intercâmbio de conhecimento entre Estados Unidos e Brasil durante o evento CPAC Brasil (Conferência de Ação Política Conservadora) neste sábado (12).

No documento, a União Conservadora Americana (ACU, na sigla em inglês) concorda em ceder sua marca sem custos à Fundação Indigo, realizadora do evento no Brasil, mantida pelo PSL. A ACU é responsável pela CPAC americana, considerado o maior evento conservador do mundo.

Eduardo anunciou ainda a realização de um novo CPAC Brasil em 2020. Data e local não estão definidos.

O termo foi assinado por Eduardo e pelos conservadores americanos Charles Gerow, Merces Schlapp, ligada ao governo de Donald Trump, e o senador republicano Mike Lee.

Política