PUBLICIDADE
Topo

Política

Bolsonaro diz que ação no TSE é tentativa de querer decidir no tapetão

Do UOL, em São Paulo

11/06/2020 19h24

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou o julgamento de ações que pedem a cassação da chapa do presidente Jair Bolsonaro (ex-PSL, hoje sem partido) e do seu vice, Hamilton Mourão (PRTB), no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

"Realmente, é uma tentativa de querer decidir no tapetão. A gente fica preocupado, mas não tem cabimento essa ação. Não existe, com todo respeito ao TSE, deveria ser arquivado de ofício essa questão. Vi um ministro falando que se descobrisse ligação do hacker comigo, seria passível de cassação da chave", disse Bolsonaro.

Com o placar de 3 votos a 2 a favor da reabertura de investigações policiais em ações que pedem a cassação da chapa, o TSE suspendeu na noite desta terça-feira o julgamento do caso após um pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes.

Além do voto de Moraes, falta ainda a manifestação do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso. Não há previsão de quando o julgamento será retomado.

O motivo da ação é a invasão de uma página de rede social feita por apoiadores dos políticos mas cujos nomes não foram identificados até hoje. Durante as eleições de 2018, um grupo na rede social Facebook "Mulheres unidas contra Bolsonaro" foi vítima de uma invasão.

Os invasores mudaram o nome da página para "Mulheres com Bolsonaro 17", excluíram seus administradores. Fizeram publicações para elogiar o então candidato a presidente e apagaram os comentários críticos a ele.

A invasão durou cerca de 24 horas. Em um perfil em outra rede social, Bolsonaro compartilhou uma imagem da página invadida e fez um comentário: "Obrigado pela consideração, mulheres de todo o Brasil".

As duas ações julgadas pelo TSE foram abertas pelas coligações dos ex-candidatos à Presidência Marina Silva (Rede) e Guilherme Boulos (PSOL). O presidente enfrenta oito ações judiciais pedindo a cassação de seu mandato.

Política