PUBLICIDADE
Topo

Política

Esse conteúdo é antigo

Irmão de Abraham Weintraub cita lei sobre crime contra sistema financeiro

Irmão do ex-ministro deu ênfase ao 3° artigo da lei 7.492, que define crimes contra o sistema financeiro - Cláudio Reis/Agência O Globo
Irmão do ex-ministro deu ênfase ao 3° artigo da lei 7.492, que define crimes contra o sistema financeiro Imagem: Cláudio Reis/Agência O Globo

Do UOL, em São Paulo

19/06/2020 13h41

O irmão do ex-ministro da Educação Abraham Weintraub - que hoje cedo reagiu às declarações de Rodrigo Maia (DEM-RJ) - alfinetou o presidente da Câmara.

Em seu Twitter, Arthur Weintraub publicou o regimento da Lei 7.492, que define crimes contra o sistema financeiro, e deu ênfase ao 3° artigo do texto, citando pena para quem disseminar informações falsas sobre instituições do tipo.

Ontem, Maia ironizou o ex-ministro, afirmando que o Banco Votorantim havia "quebrado" em 2009 - Weintraub trabalhou na instituição durante este período.

"Divulgar informação falsa ou prejudicialmente incompleta sobre instituição financeira: Pena de reclusão de 2 a seis anos e multa", escreveu Arthur Weintraub, replicando o conteúdo da lei.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi publicado no título e no 1° parágrafo, o autor do post foi Arthur Weintraub, e não Abraham Weintraub. A informação foi corrigida.

Política