PUBLICIDADE
Topo

Política

Filha de Queiroz comemora saída da prisão: "Indo te buscar, meu pai"

Igor Mello

Do UOL, no Rio

09/07/2020 20h29

A filha de Fabrício Queiroz, Nathalia Melo de Queiroz, usou seu perfil no Instagram para comemorar a saída de seu pai da prisão. O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, preso em 18 de junho, foi beneficiado por um habeas corpus concedido pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) e irá para prisão domiciliar.

Em seu perfil no Instagram, Nathalia —que também é investigada por participação no suposto esquema de rachadinha operado pelo pai no gabinete de Flávio Bolsonaro— postou uma mensagem para Queiroz:

"Estou indo te buscar, meu pai! E você vai ter o abraço de todos os seus filhos que estão cheios de saudades e tanto te amam e sabe o homem incrível que você é!", escreveu, compartilhando também uma notícia sobre a decisão.

Nathalia Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, comemora a saída do pai da prisão - Reprodução/ Instagram - Reprodução/ Instagram
Nathalia Melo de Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, comemora a saída do pai da prisão
Imagem: Reprodução/ Instagram

O habeas corpus que beneficiou Queiroz foi concedido pelo presidente do STJ, ministro José Otávio de Noronha —que é próximo do presidente Jair Bolsonaro. Mesmo foragida, Márcia Oliveira de Aguiar, mulher de Queiroz, também teve o mandado de prisão preventiva em recolhimento domiciliar.

O presidente do STJ acolheu o argumento do advogado Paulo Emilio Catta Preta, que defende Queiroz e seus familiares, de que ele corria risco ao permanecer em um presídio por estar se recuperando de um câncer e, portanto, ser considerado grupo de risco para a covid-19.

Queiroz e Márcia irão usar tornozeleira eletrônica para que as autoridades possam saber seu paradeiro. A falta de endereço conhecido foi um dos argumentos utilizados pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) ao pedir a prisão de Queiroz —o ex-assessor foi encontrado recolhido em um sítio em Atibaia (SP). O imóvel pertence ao advogado Frederick Wassef, até então responsável pela defesa de Flávio Bolsonaro.

Política