PUBLICIDADE
Topo

Política

Carlos Bolsonaro diz que é pré-candidato à reeleição para vereador no Rio

O vereador Carlos Bolsonaro afirmou que pretende disputar a reeleição à Câmara de Vereadores - Sergio Lima/AFP
O vereador Carlos Bolsonaro afirmou que pretende disputar a reeleição à Câmara de Vereadores Imagem: Sergio Lima/AFP

Do UOL, em Brasília

18/07/2020 10h52

O vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou ontem que é pré-candidato à reeleição para a Câmara Municipal do Rio de Janeiro e que não pretende se mudar do Rio para Brasília.

"A desinformação não para! Não morarei no Texas ou Marte, continuo no RJ, sou pré candidato, presente nas sessões e tudo segue normal!", escreveu o vereador no Twitter.

A postagem foi uma resposta à reportagem da revista Crusoé que afirmava que a mãe de Carlos, Rogéria Bolsonaro, teria comprado um apartamento para ele em Brasília. A reportagem também afirmava que o vereador não iria tentar a reeleição neste ano e que se mudaria para capital federal para ficar mais perto do pai.

Postagens recentes de Carlos foram interpretadas como uma indicação de que ele poderia se mudar para Brasília para ficar mais próximo ao paí. Em 9 de julho, o vereador anunciou que "surpresas virão" e afirmou na rede social: "Creio que possa ter chegado o momento de um novo movimento pessoal", mas não detalhou a que se referia.

As afirmações de Carlos sobre a possibilidade de um novo "movimento pessoal" foram feitas um dia depois de investigação do Facebook tirar do ar contas e páginas ligadas a pessoas próximas à família Bolsonaro.

As remoções ocorreram porque estas páginas empregavam ações vetadas pela plataforma, como o uso de contas falsas, envio de spam ou adoção de ferramentas artificiais para ampliar a presença online.

A investigação do Facebook apontou a ligação direta de Tércio Arnaud Tomaz, assessor especial do presidente Jair Bolsonaro, com o esquema de contas falsas que foram banidas pela rede social. Tércio foi integrante do gabinete de Carlos na Câmara de Vereadores do Rio.

Carlos Bolsonaro também é alvo de investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro sobre suspeitas da existência de funcionários fantasmas em seu gabinete na Câmara Municipal. O gabinete do vereador nega a prática de irregularidades.

Política