PUBLICIDADE
Topo

Política

Tereza Cristina diz que Salles não quis 'burlar Lei' com frase polêmica

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente no governo de Jair Bolsonaro (sem partido) - José Cruz/Agência Brasil
Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente no governo de Jair Bolsonaro (sem partido) Imagem: José Cruz/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

23/07/2020 11h01

A frase dita pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante a reunião ministerial do dia 22 de abril ainda repercute. Em entrevista a O Globo, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ressaltou que a fala foi mal interpretada.

"Ele dizia que temos de aproveitar para trabalhar. Ficou mal colocada a frase, porque era uma reunião fechada, em que cada um fala sem cuidar muito das palavras. O ministro nunca quis falar em burlar a Lei. Era uma reunião interna e se passou essa imagem, que não é a correta", disse a ministra.

Na ocasião, Salles citou o foco da imprensa nacional na pandemia do novo coronavírus para "passar a boiada" e aprovar leis e reformas "infralegais" de todos os tipos.

Ainda sobre a atuação do ministro do Meio Ambiente, Tereza Cristina afirmou que ele está "fazendo o que pode."

"Todos nós estamos aqui trabalhando da maneira que podemos. É uma equipe superengajada. Tínhamos um transatlântico que estava indo para um lado e estamos tentando pôr ele para frente, com as coisas que o governo pensa, com as promessas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido)", considerou.

Na última quinta-feira (16), Bolsonaro afirmou que Ricardo Salles seguirá no governo. O presidente ainda defendeu a frase dita pelo ministro na reunião do dia 22 de abril.

Política