PUBLICIDADE
Topo

Política

Como votaram os vereadores na sessão que rejeitou impeachment de Crivella

26.jun.2020 - Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), durante entrevista coletiva - SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
26.jun.2020 - Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), durante entrevista coletiva Imagem: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

03/09/2020 21h05

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro rejeitou hoje a abertura do pedido de impeachment do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos). O placar foi apertado, com 25 votos a 23. A denúncia foi arquivada após cerca de 4 horas de discussões com participações presenciais e remotas por conta da pandemia de covid-19.

O pedido de impeachment contra o prefeito foi motivado pela denúncia de que servidores comissionados atuavam para impedir o trabalho de jornalistas e demandas da população em unidades de saúde do Rio, segundo revelou reportagem da TV Globo. Investigada em diferentes frentes, a ação seria coordenada por meio de grupos em aplicativos de mensagens —o maior deles batizado de "Guardiões do Crivella".

Veja como foi o voto de cada vereador:

  • Alexandre Isquierdo (DEM): Não
  • Atila A. Nunes (DEM): Sim
  • Babá (Psol): Sim
  • Carlo Caiado (DEM): Sim
  • Carlos Bolsonaro (Republicanos): Não
  • Cesar Maia (DEM): Sim
  • Dr. Carlos Eduardo (Podemos): Não
  • Dr. Gilberto (PTC): Não
  • Dr. Jairinho (Solidariedade): Não
  • Dr. João Ricardo (PSC): Não
  • Dr. Jorge Manaia (Progressistas): Não
  • Dr. Marcos Paulo (Psol): Sim
  • Eliseu Kessler (PSD): Não
  • Fátima da Solidariedade (Solidariedade): Não
  • Felipe Michel (Progressistas): Não
  • Fernando William (PDT): Sim
  • Inaldo Silva (Republicanos): Nao
  • Italo Ciba (Avante): Sim
  • Jair da Mendes Gomes (Pros): Não
  • João Mendes de Jesus (Republicanos): Não
  • Jones Moura (PSD): Sim
  • Jorge Felippe (DEM): Impedido
  • Junior da Lucinha (PL): Não votou
  • Leandro Lyra (Republicanos): Não
  • Leonel Brizola (Psol): Sim
  • Luciana Novaes (PT): Sim
  • Luiz Carlos Ramos Filho (PMN): Sim
  • Major Elitusalem (PSC): Não
  • Marcelino D'Almeida (Progressistas): Não
  • Marcelo Sicilliano (Progressistas): Não
  • Marcelo Arar (PTB): Não
  • Paulo Messina (MDB): Sim
  • Paulo Pinheiro (Psol): Sim
  • Prof Celio Luparelli (DEM): Sim
  • Professor Adalmir (Progressistas): Não
  • Rafael Aloisio Freitas (Cidadania): Sim
  • Reimont (PT): Sim
  • Renato Cinco (Psol): Sim
  • Renato Moura (Patriota): Não
  • Rocal (PSD): Não
  • Rosa Fernandes (PSC): Sim
  • Tania Bastos (Republicanos): Não
  • Tarcísio Motta (Psol): Sim
  • Teresa Bergher (Cidadania): Sim
  • Thiago K Ribeiro (DEM): Não votou
  • Vera Lins (Progressistas): Não
  • Veronica Costa (DEM): Sim
  • Wellington Dias (PDT): Sim
  • Willian Coelho (DC): Sim
  • Zico (Republicanos): Não
  • Zico Bacana (Podemos): Não

Apesar da rejeição, Crivella ainda pode ser investigado por uma CPI na Câmara dos Vereadores por esse esquema. Em sua maioria, os vereadores da base do prefeito argumentaram que o mandato encontra-se em sua reta final e que admitir a abertura de um processo de impeachment poderia "tumultuar" a disputa à Prefeitura do Rio, na qual ele é candidato à reeleição.

Política