PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

PGR Augusto Aras é o sexto a confirmar covid após posse de Fux no STF

Augusto Aras é sexta autoridade que foi à cerimônia de posse de Luiz Fux a ser infectada com covid-19 - Marcelo Camargo/Agência Brasil
Augusto Aras é sexta autoridade que foi à cerimônia de posse de Luiz Fux a ser infectada com covid-19 Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

17/09/2020 14h07Atualizada em 17/09/2020 15h28

A PGR (Procuradoria-Geral da República) informou na tarde de hoje que Augusto Aras está com coronavírus e que o procurador-geral "passa bem e está em isolamento, despachando remotamente".

Na função desde setembro de 2019, Aras é o sexto a ter o diagnóstico de covid-19 confirmado entre os convidados que estiveram na posse do ministro Luiz Fux como presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) na quinta-feira passada.

De lá para cá, além do próprio Fux, testaram positivo para a covid-19 o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); a presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), Maria Cristina Peduzzi; e dois ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Antonio Saldanha e Luis Felipe Salomão.

A cerimônia de posse no STF foi realizada presencialmente, na sede do tribunal, em Brasília, na última quinta-feira (10). Fux anunciou anteontem ter testado positivo para o coronavírus, quando sua assessoria do ministro atribuiu a suspeita de contágio de Fux a um almoço em família realizado no sábado (12).

Ontem, Maia anunciou estar infectado e também está em isolamento. Maria Cristina foi hospitalizada na terça-feira após apresentar sintomas compatíveis com a covid-19. Segundo a secretaria de comunicação do TST, a ministra apresenta bom estado de saúde, com sintomas leves da doença.

Na cerimônia do STF, na quinta, foram adotados cuidados para evitar a propagação do vírus. Dos 250 assentos disponíveis no plenário, foram liberados apenas 50 para os convidados. Além disso, segundo a assessoria da presidência do Supremo, todos os presentes foram submetidos à medição de temperatura corporal.

Em nota divulgada hoje, a corte informou que, por meio do setor de cerimonial, está em contato com os convidados que estiveram na posse e que à disposição dos servidores para orientá-los sobre eventual realização de testes e procedimentos a serem adotados em casos positivos.

Os ministros e convidados usaram máscaras durante a cerimônia e foram instaladas divisórias transparências de acrílico entre as cadeiras dos ministros.

A solenidade contou com a presença dos chefes dos três Poderes. Além de Maia, estiveram presentes o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o presidente do Congresso e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), sendo que Bolsonaro e Alcolumbre também já tiveram o novo coronavírus.

Além dos comandantes dos três Poderes, ao menos 14 governadores também já tiveram diagnóstico positivo. Reinaldo Azambuja, de Mato Grosso do Sul, entrou nesta lista hoje.

Veja abaixo a lista de governadores já infectados pela covid-19

  • Antonio Denarium (sem partido), de Roraima
  • Belivaldo Chagas (PSD), de Sergipe
  • Carlos Moisés (PSL), de Santa Catarina
  • Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul
  • Helder Barbalho (MDB), do Pará
  • Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal
  • João Doria (PSDB), de São Paulo
  • Mauro Mendes (DEM), de Mato Grosso
  • Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco
  • Reinaldo Azambuja (PSDB), de Mato Grosso do Sul
  • Renan Filho (MDB), de Alagoas
  • Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo
  • Wilson Lima (PSC), do Amazonas
  • Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado, o nome do governador do MS é Reinaldo Azambuja, e não Reinado Casagrande. A informação foi corrigida.

Coronavírus