PUBLICIDADE
Topo

Política

'Procura outro para pagar tua vacina aí', diz Bolsonaro em ataque a Doria

Do UOL, em São Paulo

29/10/2020 21h53

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a atacar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e disse que o governo federal não comprará a vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, do governo paulista. A declaração ocorreu durante transmissão semanal realizada nas redes sociais.

"Ninguém vai tomar a tua vacina na marra não, tá ok? Procura outro. E eu que sou o governo, o dinheiro não é meu, é do povo, não vai comprar tua vacina também, não, tá ok? Procura outro para pagar tua vacina aí", disse ele.

Na semana passada, Bolsonaro desautorizou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que havia informado, em reunião com governadores, que o governo federal compraria 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina que tem o governo de São Paulo, comandado pelo rival político João Doria (PSDB), como principal fiador no Brasil.

"Já mandei cancelar, o presidente sou eu, não abro mão da minha autoridade", disse.

Brasil assinou compra da vacina de Oxford sem autorização da Anvisa

Apesar de dizer que não comprará vacina não autorizada pela Anvisa, Jair Bolsonaro já tinha assinado, em agosto, MP (Medida Provisória) que libera R$ 1,9 bilhão para produção, compra e distribuição de 100 milhões de doses do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório Astrazeneca. No Brasil, a pesquisa sobre esse imunizante é liderada pela Fiocruz.

As vacinas da Sinovac e da Astrazeneca estão na mesma fase 3, o estágio em que são feitos testes massivos do imunizante. Nenhuma delas ainda tem eficácia comprovada nem autorização de uso pela Anvisa.

Política