PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
8 meses

Mourão passa por cirurgia para retirada de catarata; vice está em repouso

De acordo com a assessoria, Mourão permanecerá o dia de hoje em repouso; não foi dito quando o vice retornará ao trabalho - Isac Nóbrega/PR
De acordo com a assessoria, Mourão permanecerá o dia de hoje em repouso; não foi dito quando o vice retornará ao trabalho Imagem: Isac Nóbrega/PR

Do UOL, em São Paulo

19/02/2021 12h04

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) foi submetido ontem a uma operação para remoção de catarata, segundo nota da assessoria da Vice-Presidência.

De acordo com a assessoria, o vice-presidente permanecerá o dia de hoje em repouso por recomendação médica. Não foi dito quando Mourão retornará ao trabalho.

Comum em idosos, mas existente não só entre eles, a catarata é uma doença multifatorial e pode surgir mais cedo em pessoas que têm diabetes, colesterol alto ou alterações na produção dos hormonais sexuais.

A catarata é a maior causa de cegueira tratável no mundo, respondendo por cerca de 45% dos 33,6 milhões de casos de perdas de visão no planeta, de acordo com um estudo publicado no periódico científico Lancet no fim de 2020.

Os primeiros sinais da doença são: troca frequente de óculos, dificuldade de dirigir à noite, enxergar halos ao redor da luz, visão embaçada e perda da visão de contraste.

De acordo com um levantamento do CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia) realizado em outubro do ano passado, o número de cirurgias de catarata dobrou na última década no Brasil.

Em 2019, segundo o levantamento, foram feitas quase 601 mil cirurgias de catarata no país por meio do SUS (Sistema Único de Saúde), contra 302 mil em 2009.

O governo Bolsonaro teve início em 1º de janeiro de 2019, com a posse do presidente Jair Bolsonaro (então no PSL) e de seu vice-presidente, o general Hamilton Mourão (PRTB). Ao longo de seu mandato, Bolsonaro saiu do PSL e ficou sem partido. Os ministérios contam com alta participação de militares. Bolsonaro coloca seu alinhamento político à direita e entre os conservadores nos costumes.