PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

'Só deixo a Presidência se Deus tirar minha vida', diz Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo

15/04/2021 19h23Atualizada em 15/04/2021 22h42

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje, em sua live nas redes socias, que só deixa a Presidência da República se "Deus me tirar a vida". A declaração foi dada após ele citar a notícia de que a ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), pediu que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), explique por que não abriu processo de impeachment contra Bolsonaro.

Realmente, alguma coisa muito errada vem acontecendo há muito tempo no Brasil. Só digo uma coisa: só Deus me tira da cadeira presidencial e, me tira, obviamente, tirando minha vida."

Lira terá cinco dias para responder o STF. A Câmara tem mais de cem requerimentos contra o presidente engavetados.

Bolsonaro disse que vai se encontrar com o presidente da Câmara para discutir brevemente esse assunto. "Vamos ver qual encaminhamento o Lira vai dar no tocante a isso. Não quero me antecipar, falar o que acho sobre isso aí", disse ele.

"O que estamos vendo acontecer no Brasil não vai se concretizar, mas não vai mesmo... Não vai mesmo", acrescentou o presidente da República, em tom de ameaça.

Antes de finalizar a live, Bolsonaro disse que dormiria "tranquilíssimo" com o questionamento da ministra Cármen Lúcia à Câmara dos Deputados.

"Boa noite, fique tranquilo porque vou dormir tranquilíssimo essa noite e vamos ver o desenrolar dessa notícia do nosso Supremo Tribunal Federal."

Política