PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
15 dias

Girão quer presidência da CPI da Covid 'contra acordão de cartas marcadas'

Eduardo Girão prometeu uma CPI "técnica e justa" - Agência Diário
Eduardo Girão prometeu uma CPI "técnica e justa" Imagem: Agência Diário

Colaboração para o UOL

17/04/2021 13h37

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) confirmou que será candidato a presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da pandemia de covid-19. Ele enfrentará Omar Aziz (PSD-AM), que por enquanto tem o apoio da maioria dos senadores. De acordo com o partido Podemos, Aziz representa um "acordão de cartas marcadas".

Girão escreveu no Facebook que, se eleito, organizará uma CPI "sem qualquer tipo de conflitos de interesses". Segundo ele, a comissão tem que ser "eminentemente técnica e justa".

"A principal qualidade esperada de um presidente e de um relator é sua isenção, sua imparcialidade, sem a manifestação de pré julgamentos antes da investigação. Temos o dever de conduzir os trabalhos de forma a corresponder à enorme expectativa da sociedade. Por isso lancei ontem à noite a minha candidatura à Presidência dessa CPI", escreveu Girão.

O cidadão de bem brasileiro quer o comando da CPI da Covid sem quaisquer tipo de conflitos de interesses na busca por...

Publicado por Eduardo Girão em Sábado, 17 de abril de 2021

Girão também destacou que o presidente da CPI terá o poder de escolher o relator, mas não revelou quem seria a indicação dele. Já Aziz fez um acordo com o Senado para que Renan Calheiros (MDB-AL) seja o relator da CPI.

O Podemos publicou no Instagram que pretende enfrentar esse acordo com a candidatura de Girão. "Contra o acordão de cartas marcadas para dominar a CPI da Pandemia, o senador Eduardo Girão. do Podemos, anunciou que será candidato à presidência da Comissão".

Política