PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
2 meses

Indicado ao STF, Mendonça diz que seu compromisso será com a Constituição

André Mendonça foi indicado oficialmente ao STF por Bolsonaro - Marcos Correa/Palácio do Planalto
André Mendonça foi indicado oficialmente ao STF por Bolsonaro Imagem: Marcos Correa/Palácio do Planalto

Do UOL, em São Paulo

13/07/2021 09h23Atualizada em 13/07/2021 09h33

O ministro da AGU (Advocacia-Geral da União), André Mendonça, usou suas redes sociais para agradecer a sua indicação para o STF (Supremo Tribunal Federal). O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) oficializou hoje a indicação de Mendonça em publicação no Diário Oficial da União.

Indicado ao Supremo como um nome "terrivelmente evangélico" pelo presidente, o atual AGU afirmou na mensagem que seu compromisso será com a Constituição e com o Estado Democrático de Direito.

Coloco-me à disposição do Senado Federal. De forma respeitosa, buscarei contato com todos os membros, que têm a elevada missão de avaliar meu nome. Por fim, ao povo brasileiro, reafirmo meu compromisso com a Constituição e o Estado Democrático de Direito. Deus abençoe nosso país.
André Mendonça, ministro da AGU indicado para vaga no STF

Mendonça foi indicado ao STF para ocupar a vaga aberta pela aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello. Antes de ser nomeado para a Suprema Corte, ele precisará ser sabatinado pelo Senado e ter seu nome aprovado em plenário.

O ministro da AGU é a segunda indicação ao STF feita por Bolsonaro. Em outubro do ano passado, o presidente apontou Kassio Nunes Marques para a vaga do ex-ministro Celso de Mello.

"Com a submissão de meu nome ao Senado Federal, agradeço a Deus pela vida e por essa possibilidade de servir meu país; à minha família, pelo amor recíproco; ao presidente Jair Bolsonaro, pela confiança; aos líderes evangélicos, parlamentares, amigos e todos que têm me apoiado", afirmou Mendonça.

Política