PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Médicos da Prevent Senior serão ouvidos em conjunto pelo MP e Polícia Civil

23.set.2021 - Vista da sede da Prevent Senior na cidade de São Paulo (SP) - Renato Cerqueira/Estadão Conteúdo
23.set.2021 - Vista da sede da Prevent Senior na cidade de São Paulo (SP) Imagem: Renato Cerqueira/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

27/10/2021 23h17Atualizada em 27/10/2021 23h19

Os depoimentos de 12 médicos da Prevent Senior serão colhidos em conjunto pelo MP-SP (Ministério Público Estadual de São Paulo) e pela Polícia Civil a partir da próxima semana. A informação é da CNN Brasil e foi confirmada pelo UOL.

A polícia unificou os inquéritos relacionados à operadora em um único caso. Agora, toda a investigação está sob responsabilidade do DHPP (Departamento Estadual e de Homicídios e Proteção à Pessoa).

A força-tarefa criada pelo MP investiga possíveis omissões de notificação de profissionais da seguradora sobre casos e óbitos de covid-19.

Em tese, pelo menos três delitos podem ter sido cometidos nos hospitais da Prevent Senior: omissão de notificação de doença pelos médicos, falsidade ideológica por eventual falsificação de atestados de óbito e possíveis crimes contra a vida com a prescrição de medicamentos ineficazes contra covid-19 em larga escala.

Segundo a reportagem da CNN, também foi realizada hoje uma reunião entre o órgão e o CREMESP (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo). O promotor Everton Zanella, que integra o grupo de investigação do MP, explicou que o Conselho irá apoiar em perícias, além de análises técnicas e de documentos, de prontuários e atestados de óbitos.

Política