PUBLICIDADE
Topo

Política

Assessor de comunicação do PL é demitido após filiação de Bolsonaro

Valdemar da Costa Neto e Bolsonaro (ambos no centro) durante filiação do presidente ao PL - Divulgação/PL
Valdemar da Costa Neto e Bolsonaro (ambos no centro) durante filiação do presidente ao PL Imagem: Divulgação/PL

Do UOL, em Brasília

03/12/2021 16h29

O Partido Liberal demitiu o seu assessor de comunicação, Vladimir Porfírio, logo após a filiação do presidente Jair Bolsonaro, na última terça-feira (30). Ele estava na função há 28 anos. A informação foi divulgada hoje pelo jornal Estado de S.Paulo e confirmada posteriormente pelo próprio profissional.

Porfírio não revelou detalhes do desligamento, mas o fato estaria relacionado ao ingresso de Bolsonaro na legenda.

Para acertar o "casamento" com o cacique da sigla, Valdemar da Costa Neto, o presidente e seu grupo político fez uma série de exigências. Uma delas era fazer uma faxina interna a fim de deixar a agremiação alinhada com o ideário bolsonarista, marcado pelo conservadorismo.

Porfírio tem vídeos exibidos em um canal no YouTube com críticas direcionadas ao presidente da República. Em um dos materiais produzidos pelo jornalista, ele comenta a associação comumente feita por opositores entre o governante brasileiro e o líder nazista alemão Adolf Hitler (1889-1945).

Porfírio estava no PL desde a gestão do fundador do partido, Álvaro Valle, morto em janeiro de 2000.

Política