PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

'Lula receberá herança maldita se for eleito', diz Marco Antonio Villa

Colaboração para o UOL

09/12/2021 11h37Atualizada em 09/12/2021 12h17

O historiador e escritor Marco Antonio Villa disse hoje, durante o UOL Entrevista, que, caso eleito em 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) herdaria problemas deixados pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Caso vença as eleições, diferentemente de 2003, ele vai receber uma herança maldita em termos econômicos e na estrutura do Estado", avaliou o também colunista do UOL.

Villa, que lança na próxima segunda-feira (13) o livro "Um País Chamado Brasil" - que conta a história do país nas perspectivas econômica, política e cultural -, chama Bolsonaro de "ponto fora da curva":

"É totalmente fora da curva, o pior presidente da história republicana. Mesmo para os militares, ele também é um ponto fora da curva, não tem nada a ver com o Exército."

Eleições violentas

Na avaliação de Marco Antonio Villa, as eleições de 2022 serão as mais violentas entre todos os pleitos já realizados. "A tendência é que teremos as eleições mais violentas desde 1989, com a presença da extrema-direita internacional no Brasil", comentou.

O historiador ainda diz que o governo Bolsonaro tem características fascistas. "Está fora do campo democrático. Tem características do nazismo e fascismo. Ainda bem que não leem os clássicos dos dois movimentos", ironizou.

No mês passado, Bolsonaro assistiu, ao lado do ministro da Defesa, general Braga Neto, e do comandante da Aeronáutica, tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, e de outras autoridades, à banda de militares tocando durante mais de dez minutos a ópera "Os Mestres-Cantores de Nuremberg", de compositor alemão Richard Wagner, que tinha Adolf Hitler como um de seus maiores fãs.

Em julho, o presidente posou para foto ao lado da deputada alemã Beatrix von Storch, vice-presidente do partido de extrema-direita AfD (Alternativa para a Alemanha, na sigla em português). Beatrix von Storch é, pelo lado materno, neta de Johann Ludwig Schwerin von Krosigk, que serviu como ministro das Finanças da ditadura nazista de Adolf Hitler por mais de 12 anos.

Política