PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
4 meses

Botelho: Bolsonaro gastar R$ 900 mil em férias é como um 'tapa na cara'

Colaboração para o UOL

23/02/2022 13h06Atualizada em 23/02/2022 15h03

O advogado Augusto de Arruda Botelho disse, em entrevista ao UOL News hoje, que a revelação de que o presidente Jair Bolsonaro (PL) gastou quase R$ 900 mil durante suas férias em São Francisco do Sul (SC) entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022 é um "tapa na cara" da população.

"É um tapa na cara da sociedade, de milhões de desempregados, 19 milhões de famílias que passam fome. O presidente gastou esse valor em férias inúteis. O fato é que não são férias, é campanha eleitoral antecipada. É muito mais grave o ato de estar em campanha do que o valor propriamente", avaliou.

O dado foi noticiado pelo jornal O Globo, após pedido via Lei de Acesso à Informação à Secretaria-Geral da Presidência. De acordo com o órgão, a viagem em que o presidente andou de jet-ski, visitou um parque de diversões e uma loja da Havan custou R$ 899.374,60. A secretaria não detalhou os gastos e disse que o valor está sujeito a alteração.

Embarcar com drogas sem saber é muito comum, diz Botelho

Na avaliação de Augusto de Arruda Botelho é muito comum pessoas sofrerem golpes ao atuarem como "mulas" de traficantes de drogas. Uma brasileira está presa na Tailândia após chegar à cidade transportando, junto com dois homens, 15,5 quilos de cocaína.

"Não sei se é essa a situação. Mas há casos no Brasil de absolvição, a pessoa não teria conhecimento da droga que está na bagagem. Existe e há sentença aqui no Brasil e em outros lugares do mundo."

Agora, Mary Helen Coelho da Silva, 22, e seus parentes lutam para que ela seja extraditada e julgada no Brasil, já que a lei tailandesa prevê a morte como pena máxima para as pessoas condenadas por tráfico. Mariana conta que só ficou sabendo sobre a viagem da irmã ao país asiático após sua prisão, quando recebeu um áudio da irmã pedindo ajuda e indicando o nome de um advogado.

Veja as notícias do dia, análises de Augusto de Arruda Botelho, Fernanda Magnotta e mais no UOL News com Fabíola Cidral:

Política