PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Ex-ministros de Bolsonaro inauguraram obra inacabada, diz relatório da CGU

20.ago.21 - Ex-ministros Gilson Machado, João Roma e ex-secretários Mario Frias e André Porciúncula inauguram praça inacabada em Goiânia - Reprodução/@rogeriodacruzoficial
20.ago.21 - Ex-ministros Gilson Machado, João Roma e ex-secretários Mario Frias e André Porciúncula inauguram praça inacabada em Goiânia Imagem: Reprodução/@rogeriodacruzoficial

Do UOL, em São Paulo

28/06/2022 10h54Atualizada em 28/06/2022 12h31

Ex-ministros do governo Jair Bolsonaro (PL), Gilson Machado (Turismo) e João Roma (Cidadania) participaram da inauguração de uma praça poliesportiva inacabada em Goiânia em agosto de 2021. A obra se tornou alvo da CGU (Controladoria-Geral da União) e sua construção se arrasta por 10 anos.

A inauguração da Praça dos Esportes e da Cultura no bairro Buena Vista IV também contou com a participação dos ex-secretários Mario Frias (Cultura) e André Porciuncula (Incentivo e Fomento à Cultura).

Segundo o relatório da CGU, a construção começou em dezembro de 2013, mas segue "inconclusa, paralisada, sem vigilância e sujeita a deterioração, furtos e vandalismo". O local foi inspecionado pelo órgão em janeiro de 2022, com relatório publicado em junho deste ano.

"Verificou-se que o empreendimento não foi entregue à população e que não houve a implantação dos serviços que estavam previstos para funcionar no bloco 1, como telecentro, auditório, biblioteca e unidade do Cras (Centro de Referência em Assistência Social). Em suma, o termo de compromisso não cumpriu o seu objetivo", detalhou a CGU.

No relatório, a CGU diz que foram constatadas ações de vandalismo e furto no espaço.

A fachada dessa edificação é constituída por esquadrias metálicas e vidro, não havendo obstáculo físico a vandalismos e furtos. Da forma como foi concebida, depende de vigilância constante para que seja preservada.
Trecho do relatório da CGU

O documento também indica superfaturamento de R$ 11.922 para a execução do remanescente das obras do bairro Buena Vista IV, "serviços esses que já haviam sido executados e pagos por meio do contrato nº 010/2013".

A Controladoria indicou a necessidade de se instaurar uma tomada de contas especial, "visando a devolução dos recursos".

"Considerando as impropriedades/irregularidades apontadas, notadamente o fato de que o objeto não foi concluído, e que é responsabilidade da Prefeitura a sua boa execução, entende-se que diante da ausência de providências imediatas por parte da Prefeitura, deve-se instaurar tomada de contas especial visando a devolução dos recursos."

27.jan.22 - Relatório da CGU indica obras inacabadas no bairro Buena Vista IV - Reprodução/CGU - Reprodução/CGU
27.jan.22 - Relatório da CGU indica obras inacabadas no bairro Buena Vista IV
Imagem: Reprodução/CGU

Segundo o portal Metrópoles, Gilson Machado e João Roma usaram um avião da FAB para se deslocar até Goiânia. Dados do Portal da Transparência indicam que, somente em diárias, foram pagos R$ 3,7 mil.

O valor inclui despesas com assessores dos políticos, informou o Metrópoles.

Gilson Machado, João Roma, Mario Frias e André Porciuncula deixaram seus cargos no governo Bolsonaro para disputar as eleições de 2022.

Política