Topo

Conteúdo publicado há
9 meses

Bolsonaro afirma que CPI do 8/1 é o 'movimento mais importante' da oposição

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/05/2023 21h23

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, durante o Encontro Nacional dos Presidentes do PL, que a CPI do 8 de janeiro é o "movimento mais importante" para a oposição mostrar a verdade.

O que ele disse

A fala dele foi em referência a manifestação do dia 4 de junho, convocada pelo MBL (Movimento Brasil Livre) e parlamentares de oposição ao governo Lula (PT), em protesto à cassação do mandato de deputado federal de Deltan Dallagnol.

Ele voltou a falar que não teve nada a ver com os atos golpistas e que o "outro lado" tentou abater a direita. "Tenho certeza que a verdade vira à tona", afirmou no evento realizado na quinta-feira (25).

O ex-secretário de Comunicação Social de Bolsonaro confirmou que a crítica foi direcionada à manifestação do 4 de junho e à deputada Carla Zambelli (PL-SP), que chamou seguidores para o ato em defesa de Dallagnol.

Em vídeo em tom de retratação, Zambelli diz que não soube da opinião de Bolsonaro por estar de licença médica. "As pessoas sabem que sou fiel. Não preciso ficar provando isso todos os dias. Se o presidente acha que não devemos ir para as ruas, não vamos para as ruas".

Apesar da minha experiência de 28 anos de parlamento, a gente sempre aprende alguma coisa a mais. Essa CPMI é muito importante para nós. Mais que qualquer movimento que porventura alguém queira fazer. Eu até peço: não faça. O movimento mais importante nosso no momento é a CPMI. Estou vendo algumas pessoas perdidas, querendo marcar amanhã com o povo na rua? Peço: não faça".
Jair Bolsonaro