Relator apresenta parecer pró-Dino no STF: 'Figura reconhecida e admirada'

O relator da indicação de Flávio Dino ao STF, senador Weverton Rocha (PDT-MA), apresentou hoje parecer favorável ao ministro da Justiça.

O que aconteceu

Weverton diz que Dino tem um "invejável currículo". Ao longo de três páginas, o parlamentar lista a trajetória do ministro, relembrando seu período de magistratura e o elogia, reforçando a posição já declarada de voto a favor de sua nomeação à Corte.

Para o relator, Dino "saiu da magistratura pela porta da frente, e de forma leal, para legitimamente disputar um mandato eletivo". O atual ministro foi juiz federal por 12 anos (1994-2006) e deixou a carreira para sair candidato a deputado federal.

O senador mencionou brevemente os ataques golpistas do 8 de Janeiro. Weverton diz que, como ministro da Justiça, Dino enfrentou o episódio com "rigor, segurança e firmeza".

O parlamentar afirmou ainda que Dino nunca se afastou do mundo jurídico. São mencionados os projetos de lei apresentados por ele quando foi deputado, além de livros, artigos e palestras.

Em suma: trata-se de uma figura reconhecida e admirada nos mundos jurídico e político.
Weverton Rocha, em parecer sobre indicação de Dino

Relator diz esperar ao menos 50 votos pró-Dino

Na sabatina, Dino terá que responder a perguntas polêmicas. Senadores ouvidos pelo UOL afirmam que entre os temas estão: a trajetória política dele na esquerda, a atuação à frente da pasta na invasão das sedes dos Três Poderes e no combate a violência e a ida da mulher de um líder de facção criminosa ao ministério.

A sabatina na Comissão de Constituição e Justiça do Senado está marcada para o próximo dia 13. Após aprovação lá, o nome de Dino deve ser referendado pelo plenário da casa.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes