Conteúdo publicado há 2 meses

Lula diz que RJ não nasceu para ter domínio do crime e promete investimento

O presidente Lula (PT) afirmou hoje que o Rio de Janeiro "não nasceu para sair nas páginas policiais" e prometeu mais investimentos no estado, incluindo a criação de institutos federais na Baixada Fluminense.

O que aconteceu

Lula participou hoje entregas do Minha Casa, Minha Vida, em Magé (RJ). Sem dar detalhes, ele anunciou ainda o aporte no estado na área de construção civil e nas indústrias petrolífera e naval e do petróleo.

Esse estado não nasceu para sair nas páginas policiais, não nasceu para ser dominado pelo crime organizado. [...] Vamos investir mais no Rio de Janeiro do que qualquer outro presidente já investiu.
Lula, em Magé (RJ)

Foram entregues 832 unidades do programa habitacional na cidade, que, segundo Lula, estavam em construção desde 2011. Ao todo, o governo inaugurou hoje 1.328 moradias, com eventos simultâneos na Bahia, em Minas Gerais e em São Paulo.

Lula também anunciou construção de novos institutos federais. Segundo ele, até 2026 serão inauguradas unidades em Magé, São Gonçalo e Belford Roxo, onde terá compromissos nesta tarde, —todos da Baixada Fluminense —e em comunidades da capital, como Cidade de Deus e Complexo do Alemão.

O governador do Rio, Cláudio Castro (PL), e o prefeito Renato Cozzolino Harb (PP), de oposição a Lula, participaram do evento. Diferentemente do que ocorreu na cerimônia com o governador paulista Tarcísio de Freitas (Republicanos) na semana passada, em Santos, não houve climão nem vaias.

"As eleições definitivamente acabaram, temos que trabalhar juntos, governo federal, estadual e prefeitura, para fazer aquilo pelo que fomos eleitos", declarou Castro. "Temos o compromisso maior de trabalhar junto, independente de coloração partidária ou de bandeira política".

Deixe seu comentário

Só para assinantes