Conteúdo publicado há 3 meses

Tales: Lula se irrita com Lira e cancela reunião ao perceber chantagem

O presidente Lula (PT) se irritou com Arthur Lira (PP-AL) e cancelou reunião que ocorreria na próxima sexta-feira (9) após perceber chantagem em discurso do presidente da Câmara na abertura dos trabalhos legislativos, afirmou o colunista do UOL Tales Faria, durante o UOL News desta terça (6), após apuração.

Estava sendo programado um encontro. Ainda não se sabia se seria um jantar ou só encontro do Lula com o Arthur Lira para sexta-feira. Mas, para a gente que está achando que o Lira estava muito irritado e fez o discurso ontem na abertura dos trabalhos legislativos dando recados, [falando] que falta atender os pedidos e quem manda no orçamento são os deputados, que o Congresso que tem que mandar. [...] Essas reclamações todas, a gente pensa que o Lira que estava equivocado. Tales Faria, colunista do UOL

[Mas] Quem está muito irritado é o presidente Lula. Tanto que, os preparativos que estavam sendo feitos para esse encontro de sexta-feira, o Lula mandou desfazer [e teria dito]: 'não quero, não quero atender esse tipo de chantagem, ir a público reclamar do governo e pedir cabeça de ministro'. Como pediu a cabeça do Alexandre Padilha, ministro de relações institucionais e não interpessoais. Tales Faria, colunista do UOL

Arthur Lira não estaria tendo uma relação republicana com Alexandre Padilha. Conforme Tales Faria, Lula quer evitar ceder ao discurso de Lira para não entregar o governo e o orçamento nas mãos dele, como ocorreu na gestão Jair Bolsonaro (PL).

É isso que Lira não está tendo, uma relação institucional, republicana. Quando ele sai gritando 'quero mais, quero mais, quero mais', ele quer restituir a república do toma lá, dá cá explícita. E quer tomar o governo. Tales Faria, colunista do UOL

É isso que o Lula não quer. [E pensa]: 'se eu ceder ao Lira no tom que ele tá, eu vou estar entregando o governo a ele, como o Bolsonaro fez'. Daqui a pouco, como ocorreu no governo Bolsonaro, o Lira vai querer tirar o chefe da Casa Civil e botar o presidente do partido dele dentro do Palácio do Planalto, dentro da Casa Civil. Tales Faria, colunista do UOL

Tales Faria diz ainda que articuladores governistas já pensam em iniciar uma articulação para que o sucessor de Arthur Lira na Câmara seja uma pessoa ligada ao governo.

Uma das coisas que já está sendo discutida entre os articuladores políticos do governo é o seguinte: 'não vamos passar recibo, ficar brigando com o Lira. Vamos botar o pé no chão, baixar a bola e segurar. Segurar, porque a tendência dele é ser enfraquecida, e vamos começar a articular um nome governista ligado ao governo para a presidência da Câmara'. Tales Faria, colunista do UOL

Então o Lira, que está precisando fazer o sucessor dele para ter mais dinheiro para a campanha eleitoral dele por Alagoas, corre sério risco de perder a chance de eleger o seu sucessor. Já saiu o PSB do bloco do Lira aqui na Câmara, e há articulações para tirar o PDT também. Lira quer ser candidato ao Senado, portanto, se ele não fizer o presidente da Câmara, ele não vai ter tanta emenda para se eleger senador pelo Alagoas, e Alagoas fica sem nada. Quem está correndo riscos no momento é o Arthur Lira, mais do que o governo. Tales Faria, colunista do UOL

Continua após a publicidade

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja a íntegra do programa:

Deixe seu comentário

Só para assinantes