Conteúdo publicado há 19 dias
OpiniãoPolítica

Sakamoto: PF revela 'batom na cueca' da ação golpista de Bolsonaro

As revelações trazidas pelas investigações da Polícia Federal são o "batom na cueca" para comprovar a ação golpista de Jair Bolsonaro, afirmou o colunista Leonardo Sakamoto no UOL News desta quinta (8).

Toda essa documentação deixa claro que o protagonista desse processo se chama Jair Messias Bolsonaro. Durante a investigação, muitas pessoas ligadas ao bolsonarismo diziam que não havia provas e faltava um batom na cueca. Está aí o batom na cueca, com um presidente da República como protagonista de um processo para derrubar o Estado Democrático de Direito.

Ele estava agindo diretamente, pedindo uma ação e dizendo que havia falado com outros ministros, o que é muito grave por envolvê-los. Bolsonaro está chamando à ação seu entorno militar e civil, pedindo uma saída e implorando uma ajuda. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

Para Sakamoto, o teor das declarações de Bolsonaro nesta reunião deixa clara sua intenção de continuar no poder mesmo tendo perdido as eleições. O colunista chamou a atenção para a falta de apoio da cúpula do Exército ao plano do ex-presidente, mesmo como todos os benefícios recebidos durante a gestão dele.

Ficará não só para o inquérito como para a própria História entender quais foram os fatores que levaram a cúpula das Forças Armadas não entrar de cabeça nessa história, uma vez que o Exército foi muito beneficiado durante os anos de Bolsonaro, de lagostas a filé mignon, próteses penianas e viagra.

Esse relatório, essas declarações e esse vídeo são o batom na cueca da ação golpista de Bolsonaro para tentar dobrar a República brasileira. Leonardo Sakamoto, colunista do UOL

O que aconteceu

A PF tem um vídeo de uma reunião entre Bolsonaro e ministros, em que discutem uma "mecânica golpista". A transcrição do vídeo aparece na decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes para embasar a operação de hoje da PF, que teve Bolsonaro, assessores e militares como alvos

Josias: Moraes usa punhal de Cid para mostrar tamanho da lâmina a Bolsonaro

Continua após a publicidade

A operação da Polícia Federal com Jair Bolsonaro como alvo mostra que a delação de Mauro Cid começa a ter resultados práticos contra os "peixes grandes" da trama golpista, afirmou Josias de Souza.

Estamos começando a falar sério sobre a tentativa de golpe que foi materializada no 8/1. O mais inusitado e irônico é que Alexandre de Moraes utiliza o punhal do Mauro Cid para mostrar o tamanho da lâmina a Bolsonaro e seus cúmplices. Essa colaboração do Cid, que agora começa a se materializar e mostrar resultados nesses mandados cumpridos hoje, retira do Bolsonaro o papel que ele exerce com mais talento. Ele não pode mais colocar a culpa nos outros. Josias de Souza, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes