Conteúdo publicado há 1 mês
OpiniãoPolítica

Josias: Tarcísio não se deu conta de que precisa se distanciar de Bolsonaro

Ao confirmar presença no ato de Jair Bolsonaro na Paulista e se manter próximo ao ex-presidente, o governador de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) não percebeu que pode comprometer seu futuro político, afirmou o colunista Josias de Souza no UOL News desta sexta (23).

Foge uma percepção óbvia ao Tarcísio: a investigação que corre contra Bolsonaro mudou de patamar. O estado criminal dele se deteriorou.

O governador, que tem a ambição de se converter no herdeiro político do Bolsonaro, ainda não se deu conta de que precisa se distanciar dele. Tarcísio vai hospedar a radioatividade no Palácio dos Bandeirantes e corre o risco de sofrer as consequências dela. Josias de Souza, colunista do UOL

Na visão de Josias, Tarcísio faz uma aposta arriscada ao se mostrar fiel a Bolsonaro, mesmo com o cerco se fechando ao ex-presidente com as investigações sobre a tentativa de golpe de Estado.

Do ponto de vista político, é um risco que não é negligenciável, mas o governador decidiu corrê-lo. Não é simplesmente hospedar Bolsonaro, mas ele vai ao ato na Paulista e discursará por lá. De fato, Tarcísio está abraçando a radioatividade. O risco político é grande. Josias de Souza, colunista do UOL

Josias: Ato de Bolsonaro na Paulista não tem menor risco de dar certo

Para Josias, o ato pró-Bolsonaro de domingo na Paulista "não tem chance de dar certo", já que a manifestação não alterará a situação criminal do ex-presidente.

Podendo oferecer uma boa defesa à Polícia Federal, Bolsonaro prefere esticar a corda e estimular a atenção na rua. Não tem o menor risco de dar certo essa manifestação na Paulista. Ainda que esteja cheia, não tem a menor importância do ponto de vista penal e criminal. No domingo, se sair do quadrado criminal em que se encontra, Bolsonaro pode ser preso. Josias de Souza, colunista do UOL

Continua após a publicidade

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes