PUBLICIDADE
Topo

China registra 52 mortes por covid-19, menor balanço diário em três semanas

25.fev.2020 - Pessoas usam máscaras como medida preventiva contra o novo coronavírus ao andar em shopping de Pequim - Nicolas Asfouri/AFP
25.fev.2020 - Pessoas usam máscaras como medida preventiva contra o novo coronavírus ao andar em shopping de Pequim Imagem: Nicolas Asfouri/AFP

Em Pequim

26/02/2020 06h33

Autoridades chinesas anunciaram hoje que mais 52 pacientes morreram vítimas da epidemia de coronavírus, o menor balanço diário em três semanas, mas que elevou o total no país a 2.715 óbitos.

As 52 mortes foram registradas na província de Hubei, epicentro da epidemia. De acordo com a Comissão Nacional da Saúde, nas últimas 24 horas também foram confirmados 406 novos casos de contaminação.

O número diário de novos casos registra queda constante na China. Várias províncias não registraram infecções nos últimos dias.

Apenas cinco novos casos foram registrados fora do epicentro, o menor balanço em mais de um mês.

Mas a doença que surgiu em Wuhan, capital de Hubei, já infectou mais de 78 mil pessoas na China e atingiu dezenas de países.

O número de mortos na Coreia do Sul subiu para 11 hoje, com 1.146 casos no país. Sem considerar a China, este é o país mais afetado pela epidemia.

A Itália, que registrou 10 mortes e mais de 300 casos, isolou 11 cidades. O primeiro-ministro Giuseppe Conte afirmou que as medidas podem prosseguir por semanas.

Os esforços de contenção de Pequim se concentraram inicialmente no controle e restrição de viagens dentro do país, mas cresce a preocupação de que os casos no exterior possam reintroduzir novos surtos na China.

As autoridades da cidade de Nankin colocaram em quarentena 94 pessoas de um voo procedente de Seul, depois que detectaram que três passageiros estavam com febre.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Saúde