PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Estudo afirma que coronavírus pode sobreviver no ar por até 30 minutos

BSIP
Imagem: BSIP

Pequim

10/03/2020 10h13

O novo coronavírus pode sobreviver no ar por pelo menos 30 minutos e se espalhar até 4,5 metros, o que é mais longe do que a "distância segura" recomendada pelas autoridades de saúde de todo o mundo, segundo um estudo publicado hoje por médicos chineses.

O estudo, desenvolvido por epidemiologistas do governo da China e publicado na imprensa local, diz que o vírus pode "durar dias" em superfícies onde caem gotículas respiratórias infectadas, aumentando o risco de contágio se uma pessoa tocar no vírus e depois esfregar o rosto.

O tempo que o vírus dura na superfície depende de fatores como a temperatura, segundo o estudo: por exemplo, a cerca de 37 graus Celsius ele pode sobreviver por dois a três dias em materiais como vidro, pano, metal, plástico ou papel.

Essas descobertas desafiam o conselho das autoridades de saúde de todo o mundo de que as pessoas devem ficar a uma "distância segura" de um a dois metros, observa o jornal South China Morning Post.

Enquanto isso, dados oficiais mostram uma clara tendência de redução de novas infecções por coronavírus na China, que nas últimas 24 horas apresentou apenas 19 novos casos positivos, enquanto quase 60 mil já se recuperaram da doença.

Além disso, as autoridades de saúde chinesas registraram hoje 17 mortes, todas na província de Hubei, foco da epidemia, que registrou 17 casos dos novos 19.

Esses 17 casos ocorreram na capital de Hubei, Wuhan, berço do surto da covid-19 e estão em quarentena desde o último dia 23 de janeiro.

Coronavírus liga alerta pelo mundo

Coronavírus