PUBLICIDADE
Topo

David Uip faz testemunho sobre coronavírus: 'Um sofrimento muito grande'

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

06/04/2020 13h18

De volta aos trabalhos de enfrentamento à covid-19, o infectologista David Uip, uma das maiores autoridades sobre o tema no país, fez um testemunho depois de se curar da doença.

O coordenador do Centro de Contingência de Coronavírus no estado de São Paulo disse que a doença é "um sofrimento muito grande" e se declarou muito preocupado com a situação que viveu. Ele sentiu que estava extenuado.

Confira o depoimento do infectologista que coordena os trabalhos em São Paulo, testou positivo e se recuperou.

Eu quero fazer um depoimento para que vocês entendam bem do que se trata desta doença. Eu, há dois domingos, me senti muito mal. Pessoal da televisão quis me entrevistar — o governador é testemunha, José Henrique [Germann, secretário estadual de Saúde] também. Eu não consegui falar.

Eu estava extenuado, sentei numa cadeira e, pela primeira vez na vida, eu me neguei a falar para uma emissora de televisão. Não consegui.

De domingo para segunda, eu passei muito mal, e na segunda de manhã eu fui fazer o exame e a tomografia. O exame deu positivo, e a tomografia normal. A semana que se seguiu foi de extremo sofrimento. Na segunda-feira seguinte, há uma semana, voltei a fazer exames e tomografia. Nessa tomografia, apareceu a pneumonia.

Este sentimento de você se ver, como médico, infectologista, com uma pneumonia, sabendo que muito provavelmente entre o sétimo e o décimo dia vai complicar, foi um sentimento muito angustiante. Você dormir não sabendo como vai acordar. Felizmente, Deus me ajudou e eu venci a quarentena.

Quero dizer para vocês que não é fácil ficar isolado. É de extremo sofrimento, mas absolutamente fundamental. Eu tive que me reinventar, tive que criar um David novo. Seguramente mais humilde e sabendo os limites da vida.

Coronavírus