PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
4 meses

Com baixo estoque, São Leopoldo (RS) recorre a veterinárias por sedativos

Prefeitura de São Leopoldo (RS) requisitou medicamentos de farmácias e clínicas veterinárias para abastecer hospitais - Aline Marques/Prefeitura de São Leopoldo
Prefeitura de São Leopoldo (RS) requisitou medicamentos de farmácias e clínicas veterinárias para abastecer hospitais Imagem: Aline Marques/Prefeitura de São Leopoldo

Do UOL, em São Paulo

19/03/2021 10h29Atualizada em 19/03/2021 11h04

A Prefeitura de São Leopoldo (RS) requisitou a farmácias e clínicas veterinárias uma série de medicamentos usados para sedação de pacientes com covid-19. A medida foi adotada de forma emergencial e tenta evitar a falta desses insumos, diante dos baixos níveis em estoque atualmente.

Os medicamentos requisitados são analgésicos, anestésicos e relaxantes musculares utilizados tratar pacientes internados tanto em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) quanto em leitos clínicos.

Os sedativos arrecadados serão distribuídos entre três unidades de saúde: Hospital Centenário, UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Zona Norte e Centro de Saúde da Feitoria.

Precisamos unir esforços e estamos apelando até para as clínicas veterinárias e farmácias no sentido de garantir um mínimo de abastecimento desses anestésicos, considerando a absoluta falta no mercado e também uma falta de abastecimento do governo federal e mesmo do estado com os insumos nesse grave dessa pandemia para atender a nossa população.
Marcel Frison, secretário municipal de Saúde de São Leopoldo

Os medicamentos requisitados pela prefeitura são:

  • Atracúrio 50mg
  • Cetamina 500mg
  • Fentalina 0,5mg
  • Midazolam 50mg
  • Propofol 200mg

Apenas no Hospital Centenário, a quantidade de anestésicos e sedativos utilizada em dez dias na ala dedicada à covid-19 é a mesma utilizada ao longo de um ano no bloco cirúrgico, de acordo com a presidente da unidade, Lilian Silva.

"É uma ameaça real, estamos operando no limite com estoque praticamente zerado, a falta destes medicamentos nos obriga a usar alternativas de tratamento não tão confortáveis para o paciente", declarou.

Cidade suspende cirurgias eletivas de animais

O secretário de Proteção Animal de São Leopoldo, o veterinário Walter Leo Verbist, informou que foram suspensas as cirurgias eletivas dos animais, como castrações e outros procedimentos agendados, e está operando apenas em situações de emergência.

Além disso, a pasta disponibilizou os estoques de medicamentos compatíveis à Farmácia Municipal e está contatando diretamente as clínicas veterinárias em busca de arrecadar os insumos necessários.

A Farmácia Municipal, localizada junto ao Ginásio Municipal, é a responsável pela centralização e distribuição dos medicamentos arrecadados. O contato para disposição dos insumos pode ser feito com a Farmácia Municipal pelo telefone: (51) 3589.4092 ou pelo e-mail: farmacia@saoleopoldo.rs.gov.br.

Coronavírus