PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Covid-19: Capital de SP inicia vacinação em estações de metrô, CPTM e EMTU

Na próxima semana, mais postos de atendimento no metrô de SP começaram a aplicar a 1ª dose da vacina contra a covid - ALOISIO MAURICIO/ESTADÃO CONTEÚDO
Na próxima semana, mais postos de atendimento no metrô de SP começaram a aplicar a 1ª dose da vacina contra a covid Imagem: ALOISIO MAURICIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

13/05/2021 08h33Atualizada em 13/05/2021 09h18

A cidade de São Paulo começou hoje a aplicar a vacina contra a covid-19 nas estações do metrô, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e terminal de ônibus da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos).

A iniciativa, que foi divulgada ontem pelo Governo do Estado, é válida para a 1ª dose da imunização e contempla os grupos prioritários já previstos no PEI (Plano Estadual de Imunização).

As pessoas que entram no grupo prioritário poderão se vacinar das 9h30 às 17h, nos seguintes locais:

  • CPTM: Estação Guaianases (Linha 11-Coral); e nas estações de São Miguel Paulista, Jardim Helena-Vila Mara e Itaim Paulista, na Linha 12-Safira
  • Metrô: Corinthians-Itaquera (Linha 3-Vermelha);
  • EMTU: Terminal de Ônibus São Mateus, na zona leste.

A partir de 17 de maio a iniciativa ganhará mais postos de atendimento e estará disponível nas estações República, Pinheiros e Butantã, todas elas da Linha 4-Amarela.

De acordo com o site da EMTU, para agilizar o atendimento no dia da vacinação é sugerido que seja feito um pré-cadastro no site Vacina Já, do Governo de São Paulo, informando o nome completo, CPF, data de nascimento, endereço e telefone.

"Essa contribuição do Sistema dos Transportes Metropolitanos como ocorre anualmente, essa aliança do Governo com a prefeitura, visa ajudar ampliar a capacidade e a capilaridade de imunização dos cidadãos assim como ocorre em outros programas de imunização", declarou Alexandre Baldy, secretário dos Transportes Metropolitanos.

Pelo site da secretaria municipal de saúde, os interessados podem conferir outros endereços e os horários de funcionamento de postos de saúde, tendas de drive-thru e centros de saúde que também participam da campanha de imunização na capital paulista.

Lista de comorbidades

Ontem, o estado começou a vacinar pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades (veja a lista abaixo) e aqueles que possuem deficiência permanente da mesma faixa etária. As pessoas com deficiência precisam ser cadastradas no BPC (Benefício de Prestação Continuada) e é necessário apresentar comprovante de recebimento do benefício durante a vacinação.

Já as pessoas com comorbidades precisam apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica. Cadastros já feitos nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) poderão ser utilizados como meio de comprovação.

Para aquelas pessoas com comorbidades, vale a lista de doenças elaborada pelo Ministério da Saúde — que tem 22 itens — entre eles: doenças cardíacas, diabetes, pneumonias graves, hipertensão, doença renal crônica e obesidade mórbida (veja abaixo).

Lista de comorbidades relacionadas à covid-19 definidas pelo Ministério da Saúde - Divulgação/Governo do Estado de São Paulo - Divulgação/Governo do Estado de São Paulo
Lista de comorbidades relacionadas à covid-19 definidas pelo Ministério da Saúde
Imagem: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Coronavírus